Acidentes de carro no RN já vitimaram 9 pessoas no fim de semana

Publicação: 2011-01-16 08:56:00 | Comentários: 4
A+ A-
O final de semana já contabiliza 9 vítimas fatais em acidentes de carro nas estradas do Rio Grande do Norte. De acordo com informações do Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), as últimas mortes registradas foram as do eletricista Nelson Rodrigues de Almeida, de 46 anos, por atropelamento no KM 294 da BR 304, na altura de Macaíba; e a de Edson Dantas do Santo, vítima de colisão entre dois veículos no km 51 da BR 226, na altura de Bom Jesus.

Além dos dois homens, uma colisão entre dois automóveis à altura da comunidade do “Amarelão”, no município de João Câmara, resultou na morte de três pessoas: Raimundo Samuel Sobrinho, 53 anos;  Dilma Inocêncio da Silva, 47 anos e Fábio Luiz da Silva, 25 anos.

O mestre de obras Raimundo Samuel residia na rua João Ribeiro, 115, no centro de São Pedro, na região do Potengi. Ele dirigia o Gol que colidiu de frente com uma picape Fiorino dirigida por Fábio da Silva, que era natural de Taipu. O acidente ocorreu por volta das 15:30, no quilômetro 92 da rodovia federal BR-406, que liga Macau a Natal.

Em outro colisão envolvendo dois veículos, ocorrida no km 280 da BR-226, na chamada Reta Tabajara, em Macaíba, morreram a técnica de enfermagem Adriane Dantas da Silva, 33 anos, e Gabriel Vitor Dantas da Silva, cinco anos, que residiam na Redinha.

Já o agricultor Antonio Pereira da Silva, 55 anos, que morava na rua São Paulo, 8’, no bairro do Novo Amarante, em São Gonçalo do Amarante, morreu numa colisão envolvendo dois carros, na RN-160, distrito de Santo Antonio dos Barreiros.

A colisão entre duas motos provocou a morte de Cristiane da Silva, 27 anos, que morava no sítio Lagoa do Poço, município de Goianinha, na região Agreste, onde ocorreu o acidente.

O agricultor José Duarte da Silva, 69 anos, morreu atropelado na RN-16, que corta o distrito de Traíras, em  Macaíba. Ele morava na rua Nova, 12, em Canabrava, no mesmo município.

Outro acidente só não aumentou as estatísticas de morte no trânsito, porque a estrutura de alvenaria parou o caminhão desgovernado que colidiu numa residência de Brasília Teimosa, nas imediações da ponta Forte-Redinha, deixando quatro mulheres feridas. A casa corre risco de desabamento e outras duas residências foram interditadas pelo Corpo de Bombeiros.


Deixe seu comentário!

Comentários

  • isidorioaraujo

    Não existe um receita infalível pra passar a todos que pegam os seus carros a fim de enfrentarem as PÉSSIMAS estradas brasileiras ,mas é inconcebível ,que já tenha acontecido tantas mortes na RETA TABAJARA e até agora o DNIT não tenha duplicado àquele trecho da BR -304, já que o mesmo não vai custar tanto, pois o mesmo não precisará de fazer desapropriações.

  • vagas8

    Eu presenciei o acidente na Rota do Sol neste sabado, o carro passou na minha frente com mt velocidade, estava em um racha com um Peugeot, ele perdeu o controle quando ultrapassou um Gol e batendo no canteiro central capotou e parou no matal do outro lado da pista, o condutor nao sofreu nada [graças a Deus] o carro só pegou fogo bem depois, mas nao ouve nenhuma vitima.

  • ginamirelle

    Eu gostaria de saber se existem fotos do acidente ocorrido na estrada de bom jesus entre um palio e um corsa no dia 15 de janeiro ,onde resultou em duas vitimas.

  • claubezerragois

    Vi que aconteceu um acidente na Rota do Sol na madrugada dessa sábado - dia 16 de janeiro e não sei porque não foi noticiado. O acidente foi grave, pois o carro pegou fogo.