Carrefour abre segunda loja em Natal na Zona Norte

Publicação: 2006-08-22 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
CARREFOUR - O hipermercado será aberto ao público a partir de hojeA rede francesa Carrefour abre hoje a segunda loja no Rio Grande do Norte, localizada na avenida João Medeiros Filho (zona norte de Natal), com a expectativa de emitir até dez mil tickets de compras nos três primeiros dias. A partir das 8h, cerca de cinco mil itens terão preços promocionais, de um total de 50 mil distribuídos nos 5.500 metros quadrados de área de venda.

A obra ficou pronta em tempo recorde, 96 dias, e o Carrefour aproveita a inauguração para implantar na loja o primeiro crediário da rede francesa no País para o setor de eletrodomésticos. Ou seja, a partir de amanhã, apenas na loja da zona Norte de Natal, o consumidor pode optar pela compra de um eletrodoméstico através do cartão Carrefour ou carnê.

O Carrefour da zona Norte é uma das lojas âncoras do Natal Norte Shopping, um empreendimento da Ecocil, cujas obras começam na próxima segunda-feira e a previsão é que o empreendimento esteja concluído em novembro de 2007. O diretor operacional do Carrefour, Daniel Mora, afirma que a primeira loja do grupo (inaugurada no dia 18 de novembro de 197) está entre as 15 do país com melhor desempenho. A segunda loja, segundo ele, se enquadra mais à demanda da população porque lava em conta muito mais o anseio do consumidor da zona Norte que mesmo alguns padrões da rede. Um exemplo é a expansão da quantidade de produtos regionais, especialmente os hortifrutis. “Elevamos a quantidade de produtos regionais em 20%”, disse Daniel Mora.

A base de clientes com cartão da rede, no Estado, é de 60 mil pessoas. Desse total, 15 mil somente na zona Norte que compravam na loja da zona Sul. O gerente da loja da zona Norte, Luiz Augusto Cabral de Vasconcelos, afirma que a carteira de clientes nessa área geográfica da cidade passa para 25 mil antes da inauguração. A expectativa é que, nos seis primeiros meses após a inauguração do empreendimento, o Carrefour obtenha um acréscimo de 45 mil cartões. Ou seja, um total superior a 100 mil cartões.

As lojas do Carrefour no RN têm uma carteira de clientes  que eqüivale a 20% do total registrado para as lojas do NE. O diretor regional da rede francesa, Francisco Gomes Araújo, afirma que há um mês o número de fornecedores da região Nordeste era de 347. “Mas certamente já é bem maior”, disse.

O setor de alimentos representa 12% do faturamento e o objetivo da rede é chegar aos 20%. Francisco Gomes afirma que um dos esforços para adquirir um volume ainda maior de produtos regionais é desenvolver uma espécie de assessoria técnica junto aos produtores, a partir de profissionais do Carrefour, para obter itens dentro dos padrões de qualidade da rede.

A rede francesa detém 700 produtos com marca própria — por enquanto apenas um vem sendo trabalhado no RN —, mas há perspectivas de expandir essa participação. O investimento da ordem de R$ 30 milhões repercute na geração de 300 empregos diretos e mais 600 indiretos. O shopping, por exemplo, custará cerca de R$ 46 milhões e vai gerar 700 empregos na fase de construção e 2.100 quando entrar em operação.

O Carrefour não definiu uma data para abrir o posto de revenda de combustíveis, vizinho à loja da zona Norte, mas a informação é que deve ocorrer nas próximas semanas. A rede afirma que vai repassar ao consumidor final o preço proporcional ao valor de aquisição dos combustíveis porque compra em grande quantidade. Mas não foi definido se será abaixo ou acima dos valores praticados no mercado potiguar.


Deixe seu comentário!

Comentários