Encontro em Mossoró reúne membros da família Rêgo

Publicação: 2012-07-01 00:00:00 | Comentários: 6
A+ A-
Rafael Barbosa - repórter

Toda a história genealógica de uma família pesquisada e arquivada. Os antepassados, quem foram e que faziam, e documentos seculares que contam tudo isso. O funcionário público Vicente de Souza Rêgo continua o trabalho iniciado no final do século XIX pelo bisavô dele, de pesquisa sobre a família. O patriarca nem sabia que registrando todas as datas e fatos importantes que ocorriam com os Rêgo, contribuía para a composição de um vasto acervo de dados. E o costume de anotações e registros foi sendo passado de pai para filho, até que em 1º de julho 1995 resultou na publicação do livro “Família Rêgo de Portugal a Pão Ferro”, da historiadora Vanilde de Souza Rêgo.

A obra conta toda a história da família, das raízes portuguesas à difusão dos Rêgo pelo Brasil. Com base em papiros costurados a linha e escritos a mão, e em dados de cartórios e igrejas, foi feito o levantamento das informações que hoje contam a história. Papeis amarelados com anotações sobre nascimentos e morte de familiares, e cartilhas com lições para aprender a ler e a escrever foram passados de mão em mão, de pai para filho. O primeiro membro da família que se tem notícia vivia em Lordelo, Portugal, e se chamava Lourenço do Rêgo (1.223-1.279). Os Rêgo chegaram por aqui primeiro na cidade do Recife. No Rio Grande do Norte, a história da família inicia com a chegada dos irmãos Simão, Antônio e Luiz do Rêgo Leite, no século XVIII, tendo todos se instalado no Alto Oeste potiguar.
Hudson HelderLivro conta toda a história da família, de Portugal a Pão FerroLivro conta toda a história da família, de Portugal a Pão Ferro

Após a morte da irmã Vanilde em janeiro do ano passado, Vicente de Souza Rêgo ficou responsável por dar continuidade ao trabalho de registro e pesquisa. A família deles tem origem na cidade de Pau dos Ferros, no sítio Guardado, através da figura do avô dos dois, José Vicente do Rêgo. Conhecido agricultor local, José Vicente foi personagem, inclusive, de um livro de contos e poesias de Antônio Nogueira Bessa, que o descreve como “exemplo de homem forte”. José Vicente do Rêgo começou os trabalhos de pesquisa e registro na década 1.930, e passou para o filho Vicente Ferreira do Rêgo, pai de Vicente de Souza. A árvore genealógica da família também inclui pessoas de grande representatividade para o Estado do Rio Grande do Norte, como o ex-reitor da UFRN Ivonildo Rêgo, e o ministro da Previdência Garibaldi Alves Filho, que apesar de não levar o sobrenome tem raízes na família, segundo as pesquisas, através da bisavó materna dele, Leopoldina de Souza Rêgo.

Encontro

Vicente de Souza Rêgo está organizando o 4º encontro da família, a ser realizado no dia 7 deste mês, próximo sábado. A última festa ocorreu em 2010, aqui mesmo em Natal. Este ano os Rêgo vão para Mossoró. O encontro vai acontecer no Garbos Recepções, das 11h30 às 17h. Segundo Vicente Rêgo, a mudança de local se deu com o intuito de aproximar a confraternização aos integrantes da famílias que moram no Oeste do Estado.

As inscrições para o encontro podem ser feitas através do site www.familiarego.com.br até esta terça-feira. A ideia é promover a integração dos familiares e tentar juntar ainda mais dados sobre outras pessoas pertencentes ao clã.



Deixe seu comentário!

Comentários

  • orpelima

    Tenho maior orgulho de ter um pai maravilhoso , com o sobrenome Moraes Rego.

  • andreasalcantara

    Boa noite! Eu também tenho o sobrenome Rêgo foi herdado do meu avô paterno. O pai dele era natural de Portugal e nossa família é de São Luís- Ma. Estava lendo a materia e achei interessante esse encontro. E gostaria de encontrar outros familiares. Um abraço e obrigada

  • fcr.francisco.2008

    pertencer a esta tão conceituada familia do nosso amado rn.so me deixa orgulhoso e feliz.

  • celiawrego

    Também gostaria de saber mais informações sobre a família rego, pois possuo este sobrenome e nada sei sobre nossa família que foi separada.... so sei que minha mae e pernambucana.... gostaria de mapear essa genealogia. Conto com a ajuda de vc´s e tb. quero adquirir o livro da família.. Me informe aonde comprar. Grata

  • zeliamerick

    Estou fazendo uma pesquisa sobre a família Rêgo. Para dar de presente à minha netinha, que fará 15 anos agora em dezembro. Gostaria de obter o livro" Família Rêgo de Portugal a Pão Ferro". Onde comprá-lo? Minha bisavó é descendente de Henrique Portugal, que por sua vez é descendente de João Crisóstomo do Rêgo (tem. Grão Mogol). Se possível, envie, por favor,informações para que possa enriquecer a minha pesquisa. Gostaria de ter informações sobre o histórico do Brasão. O seu significado. Outra dúvida: há alguma ligação da família Rêgo com a família Borgia? Grata pelas informações. Zélia

  • vicente

    Agradecemos ao Jornal Tribuna do Norte pela divulgação do nosso IV Encontro. Receba o nosso reconhecimento quando foi clicado 74 vezes a recomendação dessa matéria, com o compartilhamento no Facebook.