Jovens são mortos por causa de droga na Grande Natal

Publicação: 2008-12-19 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
VIOLÊNCIA - Elizama Borges diz que o filho havia deixado as drogas há um mês

O envolvimento com drogas provocou a morte de dois jovens em áreas distintas da Grande Natal. Ambos foram vítimas de tiros, um deles no bairro de Bela Vista, em Parnamirim, e outro na avenida Tomaz Landim, no bairro de Igapó, zona norte de Natal.

Em Parnamirim, Heimer Borges de Souza foi morto com quatro tiros, um deles na cabeça, quando voltava da casa da avó após ter ido deixar uma sacola com cajus lá. Segundo a mãe da vítima, Elizama Borges, o filho saiu do bairro da Liberdade, onde morava, por volta das 16 horas, acompanhado da namorada de 15 anos para ir ao bairro Bela Vista, local onde a avó residia. No retorno para casa, Heimer e sua namorada viram um homem em uma bicicleta se aproximar deles dois e ficar lado a lado.

O indivíduo aparentemente teria observado a vítima como se fosse para confirmar a identidade dele. Ao ter a certeza de quem era, ele sacou a arma e sem dizer nenhuma palavra, desferiu vários tiros, três deles acertaram o jovem de 26 anos e um acertou o braço da namorada dele que saiu correndo. O homem na bicicleta avançou mais alguns metros e retornou para efetuar um último disparo, na cabeça da vítima e depois fugiu.

Heimer ainda foi levado ao hospital regional Deoclécio Marques, em Parnamirim, mas não resistiu aos ferimentos. A namorada dele que recebeu o tiro no braço, recebeu atendimento médico, já está em casa e passa bem.

A mãe da vítima acredita que o envolvimento do filho com drogas pode ter provocado o crime. Mas de acordo com ela, o jovem havia parado de consumir drogas há 1 mês e 3 dias, após ter passado a morar com a namorada na residência da família. Ela lembra que o filho  passou ainda um tempo internado para tentar se reabilitar e estava conseguindo. Ele estava desempregado e esperava o início do ano para começar a trabalhar.

O corpo de Heimer foi liberado no início da manhã de ontem. Ele foi velado à tarde no Centro Pastoral do bairro da Cohabinal e teve seu sepultamento realizado no cemitério da localidade de Pirangi de Dentro, na mesma cidade.

Morte em Igapó

A outra morte registrada foi a de Flaviano Oliveira de Jesus. O corpo dele foi encontrado com aproximadamente sete marcas de tiro na noite de ontem, na avenida Tomaz Landim, em frente à distribuidora de alimentos KLM, na avenida Tomaz Landim, em Igapó, zona norte da capital.

De acordo com informações de peritos do Instituto Técnico Científico da Polícia (Itep) que estiveram no local, havia perfurações na cabeça, no tórax e nos braços da vítima. Ainda segundo a polícia técnica, os ferimentos foram provocados por disparos de uma pistola calibre 380. Segundo informações ainda não confirmadas pela polícia, a vítima estaria andando na rua com um colega, quando foi surpreendida por um homem armado em uma moto. A polícia foi acionada por volta das  23h30 e se encaminhou para o local, onde foram realizados os procedimentos para remoção do corpo que foi levado para o Itep. A vítima estava sem documentos.

Na Delegacia de Plantão da Zona Norte, uma irmã do homem contou que ele era usuário de drogas e cometia pequenos furtos em comércios para trocar as mercadorias por droga. A vítima morava na rua Libanês, no bairro Golandim.



Deixe seu comentário!

Comentários