Maluf fecha apoio a Fernando Haddad

Publicação: 2012-06-17 00:00:00 | Comentários: 1
A+ A-
São Paulo (AE) - O PP de São Paulo decidiu apoiar o pré-candidato do PT à Prefeitura da capital, Fernando Haddad. A decisão foi confirmada depois que o presidente estadual pepista, Paulo Maluf, conseguiu emplacar um aliado na Secretaria Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades. A pasta é controlada pelo PP, por meio do ministro Aguinaldo Ribeiro, que conduziu as articulações com os petistas.

Paulo Maluf consegue indicar aliado para Secretaria em MinistérioMaluf, que dará uma entrevista na segunda-feira, 18, para formalizar sua decisão, indicou para a secretaria o engenheiro Osvaldo Garcia - que é ligado, mas não filiado, ao PP paulista. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União. Garcia assume a vaga de Leodegar da Cunha Ticoski, que passará a ocupar a Secretaria Nacional de Acessibilidade e Programas Urbanos da pasta. O partido de Maluf pleiteava a Secretaria das Cidades, mas, por enquanto, ficou com Saneamento Ambiental.

O PP estava prestes a apoiar o pré-candidato do PSDB em São Paulo, José Serra, mas se afastou dos tucanos depois que o governador Geraldo Alckmin resistiu a abrir espaço para o partido de Maluf na Secretaria de Habitação do Estado. Alckmin aceitava negociar a vaga depois das eleições, mas Maluf queria ocupar a pasta imediatamente.

Os pepistas alegam que se afastaram do PSDB porque seriam prejudicados em uma eventual coligação com os partidos aliados de Serra na eleição para vereador. Os dirigentes da sigla afirmam que ainda não fecharam o apoio a Haddad e alegam que a nomeação de um secretário não influencia essa decisão. “O cargo está em um ministério que já é do partido. Não altera nada”, afirmou o secretário-geral do PP, Jesse Ribeiro.

DEM não quer indicar o vice de Rogério

O senador José Agripino Maia, presidente nacional do Democratas, confirmou que o partido abriu mão de indicar o candidato a vice na chapa do deputado federal Rogério Marinho, pré-candidato a prefeito pelo PSDB.

“Estamos entregando ao deputado Rogério Marinho o direito de fazer a indicação, desde que agregue força adicional. Estamos fazendo exatamente como fizemos com Micarla (o DEM se aliou a então candidata Micarla de Sousa em 2008, mas deixou que ela escolhesse o vice)”, disse o senador.

O deputado federal Rogério Marinho afirmou que ainda não foi fechada a negociação sobre qual partido indicará o candidato a vice. “Estamos aguardando algumas articulações. Só vamos definir o candidato a vice na véspera do processo de convenção”, comentou o pré-candidato. O PSDB tem como seu principal aliado na sucessão de Natal o DEM.



Deixe seu comentário!

Comentários

  • erivaninacio

    infelizmente o PT, está recebendo um apoio de um politico desgastado a nível nacional Um politico cassado,corrupto. O PT precisa ganhar,trazer para sua base, pessoas mais honesta.