Mesmo com mão quebrada, Ronny Markes estreia com vitória no peso-médio

Publicação: 2012-02-16 10:40:00 | Comentários: 0
A+ A-
Mão quebrada, torcida contra, balança, um adversário 14 anos mais experiente e a tensão da estreia em uma nova categoria, o peso-médio Não foram poucos os obstáculos que o lutador de MMA Ronny Markes, 23 anos, teve que transpor na luta contra Aaron Simpson, 37, em Omaha, Estados Unidos. Mesmo assim, o potiguar conseguiu ser o único brasileiro a vencer no UFC on Fuel TV 1, realizado na noite desta quarta-feira (15).

A luta, porém, não foi fácil. Sobretudo, pela contusão sofrida ainda no início do confronto. "Quebrei minha mão no primeiro minuto de luta. Tive que aguentar a dor todo o momento, mas sabia que iria dar a volta por cima. Agora, é chegar ao Brasil e fazer a cirurgia", revelou o potiguar logo após a vitória.

Por isso, não foi por acaso que o primeiro round foi o mais difícil para Ronny Markes, que chegou a ser derrubado depois de um golpe certeiro do adversário, mas conseguiu evitar o nocaute e continuar na luta. Nos dois rounds seguintes, o potiguar tentou imprimir seu ritmo e pontuar contra Simpson, que já demonstravam muito cansaço. Ao final, não deu outra: vitória de Markes por decisão dos juízes.

"É muita determinação para isso, a gente treina muito. Dependi muito dos meus companheiros, como Thales Leites, Pedro Rizzo, Glover Teixeira e os caras de Natal que me ajudaram muito", agradeceu o potiguar após a vitória, a única brasileira no UFC on Fuel TV 1, por sinal. Os outros dois brasucas, Vagner Rocha e Bernardo "Trekko" Magalhães foram derrotados, respectivamente, por nocaute e decisão unânime dos jurados.

Luta no Brasil

Após a vitória, ainda no octógono, Ronny Markes pediu a Dana White, "chefão" do UFC, para lutar no próximo evento realizado no Brasil - previsto para julho, em São Paulo. "Dana White, eu quero lutar no UFC Brasil", afirmou, repetindo uma cena semelhante a protagonizada pelo amigo e companheiro de Kimura Nova União, Renan Barão, há cerca de duas semanas, no UFC 143. Depois da vitória sobre Scott Jorgensen, ele pediu ao dono do maior evento de MMA do mundo a chance de disputar o cinturão da categoria, o peso galo.

Com a vitória, Ronny Markes chegou ao 13º resultado positivo na carreira, contra apenas uma derrota. Essa foi a segunda vitória do potiguar no UFC. A primeira ocorreu em agosto de 2011, quando ele venceu o tcheco Karlos Vemola, também por pontos, pela categoria meio-pesado. Por isso, para enfrentar Aaron Simpson, Markes também teve que vencer a balança e perder exatos 24 quilos em cerca de dois meses.

"A preparação foi muito importante para essa vitória. Fizemos um trabalho muito sério, muito profissional. O resultado foi essa importante vitória", afirmou Ronny Markes, que deve chegar ao Brasil ainda nesta quinta-feira (16) e passar um tempo em Natal, descansando e se recuperando da contusão.


Deixe seu comentário!

Comentários