Minha Casa

Publicação: 15 de Agosto de 2013 às 00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Vicente Neto - interino - vneto@tribunadonorte.com.br

Minha Casa

Mais de 80 mil pessoas, ou 10% da população natalense, se inscreveram no Minha Casa Minha Vida da Prefeitura do Natal, cujo prazo foi encerrado na sexta-feira da semana passada. O programa é destinado pessoas com renda bruta familiar mensal até três salários mínimos. Como as inscrições foram feitas pela internet, é bem provável que até 30% não se enquadrem nas regras estabelecidas pelo Ministério das Cidades e Conselho Municipal de Habitação. Mas o cadastro dá uma ideia do tamanho do déficit habitacional em Natal. Se os imóveis para atender a todos fossem construídos em um único local e fundada uma nova cidade, seria o quinto município mais populoso do Rio Grande do Norte, perdendo apenas para Natal, Mossoró, Parnamirim e São Gonçalo do Amarante.

Não custa lembrar. Para receber o imóvel, em caso de sorteio pela extração da Loteria Federal, além da renda bruta de 3 salários mínimos, o proponente deve atender outros requisitos, como morar na sede do município e não ser proprietário ou ter outro imóvel financiado. Nesta primeira fase do programa serão construídos 3.392 imóveis. Do total, 3% são destinados a idosos e 6% a portadores de necessidades especiais. O secretário Homero Grec espera que os primeiros contratos para construção estejam assinados até o final de outubro. Em números exatos, são 80.598 inscritos.

Turismo

Com uma palestra sobre  desafios  e oportunidades do Turismo Náutico, será aberta hoje, no Centro de Convenções de Natal, a 61ª reunião de trabalho do Conselho de Turismo do Polo Costa das Dunas.  Na oportunidade será apresentado o Plano Estadual de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos do RN, pelo consultor técnico da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH), Sérgio Pinheiro, e o estudo de competitividade dos destinos indutores (Observartur).

Grana extra

A Comissão Mista de Orçamento do Congreso aprovou proposta do governo federal que destina um crédito emergencial de R$ 1,5 bilhão para os municípios. O dinheiro é a primeira parcela de um total de R$ 3 bilhões prometidos pela presidenta Dilma durante a Marcha dos Prefeitos, em julho. A proposta integra a Medida Provisória 616/2013, que está na pauta de votação da Câmara e do Senado. A distribuição da grana extra será feita seguindo os critérios de rateio do Fundo de Participação.

Ambiente insalubre

Repetindo Flávio Rocha, o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Norte (Fiern), Amaro Sales, disse ontem que o licenciamento ambiental virou um entrave para a economia do Rio Grande do Norte.

Falando nisso...

 A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) revelou ontem que foram habilitados 377 empreendimentos de parques eólicos para o próximo leilão de energia de reserva, marcado para 23 de agosto. O total ofertado é 8.999 megawatts (MW). Os futuros empreendimentos serão instalados em oito estados, sendo sete no Nordeste e um no Sul. O maior número de projetos habilitados é na Bahia, com 123 projetos e 2.920 MW. Em seguida, vem o Rio Grande do Sul, com 94 projetos e 2.006 MW, à frente do Ceará, com 63 projetos e 1.487 MW. Na quarta posição, aparece o Rio Grande do Norte, com 41 projetos e 980 MW.

Balanço

Apesar do aumento de 20% no volume contratado em operações de crédito no primeiro semestre de 2013, o Banco do Nordeste registra queda de mais de 50% (53,52%) no seu lucro líquido no período. De janeiro a junho deste ano, o banco contabilizou resultado de aproximadamente R$ 200,03 milhões ante R$ 430,35 milhões apurados em igual semestre do ano passado. O BNB anunciou que no segundo semestre deste ano e pretende abrir mais 82 agências nos estados onde atua. De janeiro a junho deste ano, o BNB injetou R$ 11,7 bilhões na economia nordestina por meio de operações de crédito (empréstimos e financiamentos).

Comércio

As vendas do comércio brasileiro cresceram em 6 de 10 atividades do varejo. Segundo o IBGE, o aumento das vendas foi puxado pelo segmento de combustível e lubrificantes, com alta de 8,2% em relação ao registrado em junho de 2012. Outro destaque foi o segmento de artigos de uso pessoal e doméstico, cujas vendas cresceram 7,8%. É um sinal positivo para o ciclo natalino, mesmo com juros elevados.

Expansão

Conquistando o posto de quinta maior locadora de plataformas aéreas e a décima em geradores de energia no País, a empresa nordestina Estaf Equipamentos se destacou no segmento de locação de equipamentos para indústria, construção civil e comércio. Esse desempenho é resultado do amplo trabalho na área de governança corporativa, e investimentos da ordem de R$ 100 milhões em novos equipamentos e na qualidade dos serviços, além de novas parcerias para a ampliação da filial em São Paulo, onde a empresa quer triplicar seu tamanho. No RN, a Estaf atualmente atua na Arena das Dunas.



Deixe seu comentário!

Comentários