Motociclista morre em acidente na João Medeiros Filho

Publicação: 2012-07-01 00:00:00 | Comentários: 4
A+ A-
A avenida Dr. João Medeiros Filho foi palco de um grave acidente no início da madrugada de sábado (30). Por volta das 1h30, o motociclista Estanislau Bittencout da Silva, 32 anos, colidiu com um poste localizado no canteiro central da via após tentar desviar dos buracos e areia acumulada na avenida. De acordo com informações da Polícia Civil, Estanislau pilotava uma moto modelo Suzuki 650, de placas MMQ 0460.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi chamado ao local do acidente, no entanto, devido ao forte impacto da colisão, nada pode ser feito. O rapaz morreu na hora. O acidente aconteceu no sentido Centro - Igapó, próximo a uma loja de ração. A moto foi arremessada a alguns metros de distância do poste e as luminárias existentes na estrutura de concreto caíram.

No local do acidente, há uma grande quantidade de areia acumulada. Moradores e comerciantes da região denunciam que o problema acontece todos os anos, no período de chuvas. Com a força da água, a areia desce de algumas ruas que não são pavimentadas para o asfalto. Outros acidentes, segundo eles, já foram registrados. “Todo ano acontece isso. A gente já avisou a prefeitura que é preciso fazer algumas coisa. Esse morte era anunciada. Sabíamos que iria acontecer mais cedo ou mais tarde”, disse o comerciante Valmir Clemente.

Nas redes sociais da internet, amigos e parentes da vítima tentavam organizar um protesto no local. A ideia é reunir um grupo de pessoas ainda hoje para chamar atenção das autoridades para o problema. De acordo com o diretor da Urbana, João Bastos, a via é uma rodovia estadual e, portanto, é de responsabilidade do  Governo do Estado. “Nós fazemos a limpeza das ruas e avenidas da cidade. A João Medeiros é do Governo Estadual, mas vou mandar o encarregado da zona Norte analisar o problema”, prometeu.



Deixe seu comentário!

Comentários

  • nicolau.the2

    Era para ter "analisado o problema(e solucionado)" há mais de 2 (dois) ANOS. Não é Sr. João Bastos? Afinal de contas, estamos falando de Avenidas da cidade de NATAL. As mesmas que 'possivelmente' trafegarão pessoas importantíssimas durante a COPA 2014. Ou vão derrubar as pontes que dão acesso à Zona Norte para que essas pessoas não passem por lá? A solução é um Governo e uma Prefeitura competente que saiba solucionar os problemas e escolher melhor seus subordinados!

  • dlucass2006

    Esse colega motociclista pagou com a vida, o descaso e a incompetência de quem recebeu os impostos que ele pagou durante toda a sua existência. Agora, de luto, assistimos o blá blá blá desses nojentos incompetentes que, há muito tempo deveriam estar no lugar dessa vítima.

  • thalitanarronne

    Até quando vamos enterra os nossos? Por não termos segurança, saúde e, outras necessidades básicas que são de obrigações do poder público. Hoje foi um dia muito triste para todas as pessoas que tiveram a oportunidade de conhecer esse jovem que morreu, pagou com a sua própria vida por uma obrigação que não era sua, até porque a obrigação do cidadão é de pagar os impostos e, isso é imposto a todos!´ Não podemos ficar calados a tantas impunidades, precisamos reagir a esse desrespeito a cidadania, ao direito a uma vida digna, ao direito de podermos voltar para casa, ao direito de ter direito. Hoje fomos nós amigos e familiares que pagamos com essa irreparável perda...amanhã pode ser você.Estamos no ano de eleição e, precisamos lembra que o seu voto tem válidade de 4 anos e, determina diretamente o seu futuro. Vamos observar a conduta dos candidatos, os seus valores, suas crenças, para que não cometamos o erro de mais uma fez erra. DEUS conforte a família de Lauzinho e, não espere que aconteça com a sua!

  • janioedno

    Acho que o cidadão João Bastos diretor da Urbana esta equivocado, a Av. João Medeiros de fato é uma rodovia estadual, só que toda a areia que hoje esta na avenida veio de ruas sob o comando da Prefeitura. Fazendo uma comparação "Quando eu sujo a parede do vizinho de tinta, a obrigação é minha de limpar" e mesmo sendo uma rodovia estadual todos que moram nessa avenida pagam o IPTU a prefeitura de Natal.