Polícia Civil prende quadrilha acusada de assaltos na Grande Natal

Publicação: 30 de Março de 2012 às 13:52 | Comentários: 0
A+ A-
A equipe de policiais civis da 1ªDP de Parnamirim, comandada pelo delegado Graciliano Lordão, efetuou a prisão de quatro pessoas suspeitas de praticarem assaltos a residências, granjas e comércios na Grande Natal. Os detalhes da prisão foram divulgados na manhã desta sexta-feira (30) durante coletiva de imprensa na Delegacia Geral de Polícia Civil (Degepol).

Os presos foram identificados como Cláudio Henrique de Oliveira, 25 anos, vulgo “Fit”, Djack Djohnson Moura dos Santos, o “Manchinha”, o soldado da aeronáutica Tarciso Henriques Pessoa, 23 anos, e, Renato da Silva Santos, 20, vulgo “Renato Beiço”.  As prisões se deram em cumprimento a mandados de prisão preventivas expedidos pela 2ª Vara Criminal de Parnamirim, que foram cumpridos no dia 07 de março.

De acordo com o delegado Graciliano Lordão, as investigações tiveram início após um arrastão a uma residência no bairro Nova Esperança, em Parnamirim.
A partir de informações colhidas pela polícia, foram apreendidos dois menores de idade suspeitos de envolvimento no crime, o que possibilitou a identificação da quadrilha. “A partir da apreensão dos adolescentes identificamos primeiramente o Fit, em seguida o restante da quadrilha, e com o reconhecimento das vítimas, pedimos a prisão preventiva deles”, explicou.

Os acusados foram identificados pelas vítimas desse assalto como também de outros roubos. “Investigamos pelo menos oito assaltos praticados pelo bando. Eles estavam agindo desde o ano passado”, revelou Lordão. Uma das ações da quadrilha aconteceu no dia 9 de fevereiro passado, quando eles assaltaram um bar e em um mercadinho localizados em São José de Mipibu e em seguida tomaram um carro de assalto na BR-101, nas proximidades do aeroporto Augusto Severo.  O veículo, segundo o delegado, teria sido usado em um assalto a uma granja em São José de Mipibu cometido no dia seguinte.

O delegado contou ainda que um dos membros da quadrilha identificado como Erivaldo Lima Silva, vulgo “Ferrinho”, de 20 anos, foi morto no dia 14 de fevereiro passado durante um dos assaltos praticados pelos acusados a uma granja. Durante a ação, o vigilante reagiu e efetuou disparos contra o bandido que veio a óbito. Na ocasião, os comparsas pegaram o corpo e jogaram na frente da residência do pai dele para que fosse socorrido. Ferrinho era conhecido da polícia por praticar inúmeros assaltos desde que era menor e era considerado um bandido bastante violento.

Graciliano Lordão investiga agora a participação de outros possíveis integrantes da quadrilha. Há a suspeita de que mais dois adolescentes e um adulto estejam envolvidos nos assaltos praticados pelo grupo.

*Com informações da Degepol


Deixe seu comentário!

Comentários