Polícia registra noite violenta na Zona Norte com quatro homicídios

Publicação: 2009-08-13 06:28:00 | Comentários: 4
A+ A-
A zona norte de Natal viveu uma noite violenta nesta quarta-feira (12), quando a polícia registrou quatro homicídios na região. Três homens e uma mulher foram todos mortos a tiros em crimes com características de execução. Os assassinatos aconteceram na praia da Redinha no conjunto Paujuçara II, e na Vila Paraíso, em Igapó. Um professor de Jiu-Jitsu, um adolescente auxiliar de serviços gerais, uma adolescente de 16 anos e outro jovem foram todos assassinados.

A primeira vítima da noite foi o professor de Jiu-Jitsu Valban Flávio dos Santos,35,  conhecido como "Pantera". Ele se encontrava no quiosque 15 na orla da praia da Redinha, na companhia de uma menina. Por volta das 20h o professor foi surpreendido por um homem de capacete em uma moto, que já chegou atirando. Valban foi baleado e morto, enquanto o responsávels pelos disparos fugiu.

No terminal de ônibus da Redinha ainda foram encontrados o capacete e a moto Honda Titan cinza utilizada no crime, porém o suspeito conseguiu escapar. A polícia tem pouca informação sobre o crime, mas acredita na hipótese de que a morte tenha sido resultado de alguma desavença do professor, que segundo informações do Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep), também trabalhava como segurança. O crime será apurado pela 13ª Delegacia de Polícia.

Ao mesmo tempo em que Valban era morto a tiros na Redinha, outro assassinato acontecia no conjunto Pajuçara II, por volta das 20h. O adolescente auxiliar de serviços gerais Wallass Cleyton dos Santos, 17,  conversava com uma garota na rua Paraíso das Flores, quando dois homens em uma moto cinza se aproximaram e deram a ordem para que a menina saísse do local, em seguida executaram Wallass.  A polícia suspeita que a morte esteja relacionada com uma relação recente do jovem com drogas. O inquérito transcorrerá na 9ª DP.

Após crimes simultâneos em dois pontos distintos da Zona Norte, um duplo homicídio foi registrado dentro de uma casa  duas horas e meia depois, na rua João Rodrigues da Silva, na Vila Paraíso, no bairro de Igapó. Paulo César dos Prazeres, 21, e a adolescente Maria de Lourdes Pereira da Silva, 16, foram mortos dentro de casa.

De acordo com a Delegacia de Plantão da Zona Norte, a intenção dos criminosos era acertar contas com o dono da casa, que estava no banho, e escapou de ser morto. O sobrevivente, que terá seu nome preservado, informou à polícia que morava com a adolescente de 15 anos e que Paulo César era parente da menina. Ele mostrou saber quem eram os responsáveis pelo crime,  mas preferiu não prestar mais informações.


Deixe seu comentário!

Comentários

  • darlan

    Não lembro de ter visto neste jornal qualquer comentário sobre a execução em cidade satélite. Na verdade, morre-se gente todo dia em vários lugares de Natal. Só dão destaque quando a morte é zona norte (como se fosse morte em um único bairro de natal).

  • vladimirpegado

    É realmento todos os dias temos que contar com essas noticias na imprensa, já não aguentamos mais tanta insegurança. Onde estão as autoridades competentes que não fazem nada? Esse ulimo casal de adolescentes foram mortos sem ter culpa de nada. Vamos aumentar o efetivo de policiais para poder inibir a ação dos bandidos.

  • bruno_gama30

    mATÉRIA NÃO PUBLICADA A ESSA hora. cade a etica profissionalacessei e nao vi a esse hora. absurdo

  • repres.rn

    A segurança publica está otima...ps: vamos ver se vcs aprovam o comentario...rsrsr