Policial é assassinado na porta de casa em Gramoré

Publicação: 2011-03-12 00:00:00 | Comentários: 6
A+ A-
Um escrivão da Policial Civil do RN, lotado na 8ª Delegacia de Polícia, na capital, foi assassinado a tiros na tarde de ontem quando chegava em casa, na rua Praça Guarulhos, no Gramoré. Sidney Alves Lucas,35 anos, foi abordado por dois homens que estavam em uma motocicleta. Uma das linhas de investigação é de latrocínio [assalto seguido de morte]. A vítima foi socorrida ao Hospital Santa Catarina, na zona norte de Natal, onde faleceu.

Informações da Polícia Militar é que a vítima estaria com uma importância de R$ 11.500, mas que os assassinos não teriam conseguido levar. O crime ocorreu por volta das 15h e mobilizou equipes das polícias Civil e Militar em diligências em vários bairros da zona Norte de Natal. Na tarde de ontem, policiais civis davam conta que um dos suspeitos seria Diego da Silva Alves, conhecido por “Diego Branco”.

Diego Alves é foragido do Presídio Provisório Raimundo Nonato, na zona norte, onde cumpria pena por assalto. Ele foi resgatado na manhã do dia 28 de fevereiro, enquanto era atendido em um consultório odontológico próximo ao presídio.

Os dois criminosos estavam em uma motocicleta modelo Honda CG Titan, de cor vermelha, cuja placa não identificada. A dupla efetuou disparos contra Sidney que, também armado, revidou à investida dos criminosos. No entanto, o policial foi alvejado no peito, no momento em que os bandidos conseguiram escapar na motocicleta.

Segundo o tenente PM Santos, as equipes de campo estavam trabalhando com a informação de que um dos criminosos também foi alvejado. Até o fechamento desta edição as polícias Civil e Militar não haviam capturado nenhum dos autores do homicídio. Sidney Lucas completaria três anos na Polícia Civil do Rio Grande do Norte.


Deixe seu comentário!

Comentários

  • ocimario

    Conheci Sidney antes de ser Policial Civil, onde trabalhamos juntos na Base da Petrobras de Natal, na época ela já se preparava para o concurso e até chegou a me encentivar a fazer o mesmo, mas, tinha muito medo. Lembro quando foi aprovado no Curso de Direito e nas Provas da Polícia, nossa ele estar muito alegre, Rapaz trabalhador, humilde e que se preocupava com as pessoas ao seu redor. Valeu garoto...

  • gilenu

    AOS POTIGUARES ... SERÁ QUE OS CULPADOS \"CRIMINOSOS\", DE VERDADE SERÃO RETIRADOS DO MEIO SOCIAL ATRAVÉS DA INVESTIGAÇÃO DO ESTADO DE PODER (POLÍCIA CIVIL - MINISTÉRIO PÚBLICO)? E, SERÃO ELES, INDICIADOS VERIDICAMENTE? E, SERÁ QUE CHEGARÃO AO JULGAMENTO? E MAIS AINDA, SERÁ QUE O ESTADO PODERÁ PUNILOS POR DESOBEDIÊNCIA À REGÊNCIA DA SOCIEDADE \'LEI\', SE O MESMO ESTADO TAMBÉM DESOBEDECE A LEI? E O FATO DE SEPARAR TAIS PESSOAS DOS OUTROS (PRISÃO) E DEPOIS DE ALGUNS ANOS, ESSE MESMO ESTADO ATRAVÉS DA MESMA CONSTITUIÇÃO VAI DEVOLVER TAIS AO MESMO MEIO SOCIAL; DE QUE FORMA SE RESOLVERÁ TUDO DE VERDADE? E QUANTO A PERDA DA VIDA \"Sidney Alves Lucas\" E O SOFRIMENTO DA Família, QUE É A PRIMEIRA SOCIEDADE COMO PODEMOS VIVER NESTA SOCIEDADE FELIZES E EM PAZ?

  • andrecfq

    Conheci Sidney em 2005, cursando na época o curso de direito. Ele tinha muita espctativas de vida, dentre outras a mais importante era entrar na polícia civil, e me deparo hoje com essa realidade triste e cruel. Que este fato monstruoso e destruidor que abalou profundamente e irreparavelmente a família, amigos e colegas de trabalho de Sidney não fique sem resposta.

  • vanessaec77

    ele éra uma pessoa muito boa , tinha um coração maravilho ....queremos justiça

  • glauberh

    que Deus abençoe os familiares desse trabalhador,e mais uma vez peço que os governantes deem atenção a segurança publica. o nosso estado esta vivendo um periodo trsite, nunca tinha visto.

  • RWCONSTANTINO

    AGRADEÇO AO MEU DEUS PELA GRANDE A HONRA DE TER TRABALHADO COM SIDNEY NA DPGRAN EM 2009, ERA UM JOVEM MUITO PACATO E PRINCIPALMENTE AMIGO ! IREI SENTIR SEMPRE A SUA SAUDADE! E QUE DEUS TENHA MISERICÓRDIA DOS SEUS FAMILIARES PELA GRANDE PERDA ! VALEU SIDNEY ! APC RICARDO WAGNER