Projeto Agentes de Leitura chega ao RN

Publicação: 11 de Dezembro de 2011 às 00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A governadora Rosalba Ciarlnini apresenta amanhã (12), na Governadoria, a partir das 10h, o Programa Agentes de Leitura. A solenidade vai contar com a presença do diretor nacional do programa, Fabiano dos Santos, e da secretária Extraordinária de Cultura do RN, Isaura Rosado. O evento também será uma oportunidade para falar sobre o Fundo Estadual de Cultura, que foi encaminhado para a Assembleia Legislativa na última quinta-feira (08).

O Programa Agentes de Leitura abrangerá mais de 40 municípios do Estado, inclusive a capital, onde existem baixos índices de desenvolvimento da educação básica (Ideb) e desenvolvimento humano (IDH). Funcionando de forma parecida com o que já é feito através dos agentes de saúde do Programa Saúde da Família (PSF), com visitações casa em casa, os 530 agentes que serão capacitados em fevereiro de 2012 para iniciar o trabalho em março, terão sob sua responsabilidade cerca de 30 famílias, o que dará um total de quase 16 mil famílias atendidas na primeira fase do projeto.

 Nessas visitas domiciliares será incentivada a prática da leitura, a democratização do acesso ao livro e a formação leitora. O Programa Agente de Leitura prevê empréstimo de livros, rodas de leitura, contação de histórias, criação de clubes de leitura e saraus literários abertos para as comunidades. Cada agente receberá uma bolsa de R$ 350 para realizar o trabalho, além de boné, camiseta, mochila, uma bicicleta e 100 livros. “Lançamos o Programa Agentes de Leitura - que fora cancelado na gestão anterior - por compreendermos que a formação de um indivíduo é transversal à sua capacidade de ler e interpretar o mundo. O Programa atingirá as pessoas mais carentes e com menos acesso ao livro, inclusive, aquelas que vivem em situação de risco e violência”, explicou Isaura Rosado.

A aquisição de centenas de livros - com foco no público infanto-juvenil - que fará parte do Programa Agentes de Leitura, contempla editores e editoras potiguares, como Sebo Vermelho, Fundação Vingt-hun Rosado, Edufrn, Grupo de Pesquisa e História em Quadrinhos (Gruphq), dentre outros. Editoras nacionais também estão incluídas. Títulos de grandes nomes da literatura potiguar, como Câmara Cascudo, Newton Navarro, Iracema Macedo, Gumercindo Saraiva, Manoel Onofre Júnior, Nei Leandro, Nestor Lima, dentre outros, farão parte do acervo dos agentes de leitura. As Casas de Cultura Popular, as Bibliotecas, Direds e Prefeituras darão base para os agentes.

Toda a sistematização para o processo de seleção de autores e títulos do Programa Agentes de Leitura contou com uma Comissão de Seleção, formada por membros indicados por entidades representativas do mundo cultural e editorial do Estado: Ana Cristina Tinoco, diretora da Biblioteca Central Zila Mamede (UFRN); Francisco Alves Costa Sobrinho, da União Brasileira de Escritores (UBE/RN); Márcio Rodrigues Farias, diretor da Biblioteca Pública Câmara Cascudo; Maria do Socorro Cunha de Matos, da Biblioteca Municipal Ney Ponte Duarte de Mossoró; Erileide Maria Rocha, da Secretaria Estadual de Educação, Dorian Gray Caldas, membro do Conselho Estadual de Cultura.

Criação de Fundo Estadual de Cultura será votado pela ALRN

A secretária extraordinária de Cultura, Isaura Rosado, apresentou o projeto de lei que cria o Fundo Estadual de Cultura, na última quinta-feira (08) na Assembleia Legislativa. O FEC é uma das etapas para integração do Plano Estadual de Cultura ao Sistema Nacional de Cultura, que pretende lançar diretrizes para um modelo de gestão compartilhada nas várias esferas do poder público, para o desenvolvimento de políticas públicas culturais. “Estamos atendendo a um pleito antigo do movimento cultural do Estado com a criação do Fundo de Cultura.

O Fundo Estadual de Cultura terá, aproximadamente, R$ 15 milhões de reais, ou 0.5% do Orçamento, para serem investidos em diversos segmentos de cultura no Estado. Isaura Rosado, inclusive, deixou claro o desejo de que já em 2012 o Fundo possa estar em pleno funcionamento. “Esse percentual é o que está sugerido pela Constituição Federal. Estamos aguardando a indicação federal que aumenta esse percentual para até 1,5%. Quando isso ocorrer, a governadora Rosalba Ciarlini, já nos apontou disposição para trabalhar em consonância com essa indicação”.


Deixe seu comentário!

Comentários