Série mostra crimes que inspiraram o cinema

Publicação: 2012-09-07 00:00:00 | Comentários: 0
A+ A-
A partir da semana que vem, 14 de setembro, às 22h, o canal ID – Investigação Discovery mergulha nas evidências de crimes que chamaram a atenção dos diretores de Hollywood e que tornaram suas versões cinematográficas sucessos de bilheteria, com a estreia da minissérie Crimes de Cinema (Reel Crime Real Story). Dividida em três episódios apresentados por Erin Brockovich, ativista e personalidade inspiradora do longa-metragem vencedor do Oscar com o seu nome, “Crimes de Cinema” parte do enredo de ‘Selena’, ‘Desejo Assassino’ e ‘Um Sonho Sem Limites’ para revelar os fatos que influenciaram os respectivos roteiros. Investigação e cultura pop são os pilares da série e somam-se a entrevistas exclusivas, reconstituições das cenas dos crimes, além de provas e evidências recolhidas na apuração de cada um dos casos para compor os episódios.
DivulgaçãoApresentadora será Erin Brockovich, cuja vida também virou filmeApresentadora será Erin Brockovich, cuja vida também virou filme

“Durante as gravações fiquei intrigada ao descobrir algumas coisas que não conhecia a respeito das histórias reais. Por exemplo, no episódio sobre Desejo Assassino temos uma entrevista com Aileen que nunca fora revelada ao público”, diz Erin. “Não mudei minha opinião sobre os crimes atrozes que ela cometeu, mas pensei sobre a situação degradante em que ela se encontrava”, acrescenta a apresentadora.

“Os resultados extraordinários nas bilheterias e o reconhecimento destes filmes pela crítica e indústria cinematográfica são provas do fascínio de Hollywood pelos crimes da vida real. A série é mais uma prova de que a realidade muitas vezes é mais interessante que a ficção”, afirma Rachel Falleroni, diretora de programação do Investigação Discovery para a América Latina.

“Selena”, sexta-feira, 14 de setembro, 22h. Este filme alçou Jennifer Lopez ao estrelato no papel de Selena Quintanilla Perez, cantora jovem e fenômeno da música latina nos Estados Unidos. Selena tinha apenas 23 anos quando Yolanda Saldivar, sua assistente e presidente de seu fã-clube a assassinou a tiros no quarto de um hotel no Texas. Selena, filme de 1997, mostra a ascensão meteórica da artista ao topo das paradas e a relação tempestuosa com o marido, Chris Perez, também membro de sua banda – é por meio de entrevistas com ele, com os policiais envolvidos no caso e com o gerente do hotel que a série retrata o crime hediondo que deu origem ao filme.

“Desejo Assassino” (dia 21), O episódio relata a vida e os crimes de Aileen Wuornos, a primeira assassina em série a ganhar as manchetes nos EUA. Condenada à morte e executada em 2002, foi interpretada no cinema pela atriz Charlize Theron, que ganhou um Oscar pela atuação no filme de 2003. Em uma entrevista nunca antes revelada ao público, Wuornos confessa e dá detalhes sobre os crimes que cometeu. O episódio também traz a primeira entrevista com o detetive responsável pela prisão da assassina.

“Um sonho sem limites” (dia 28): Nicole Kidman ganhou o seu primeiro Globo de Ouro ao interpretar um papel baseado na vida de Pamela Smart, a professora que escandalizou o mundo ao seduzir um aluno de 15 anos e convencê-lo a assassinar o próprio marido. O filme retrata Pamela como uma pessoa fria e vampiresca, mas quem era ela realmente? Familiares, policiais locais, advogados e jornalistas que acompanharam o caso desde o início participam do episódio e traçam o perfil da mulher que acreditava que o homicídio era a única solução para um casamento infeliz.



Deixe seu comentário!

Comentários