Velho sobradinho ainda aguarda reforma

Publicação: 10 de Julho de 2012 às 00:00 | Comentários: 0
A+ A-
Ainda levará um tempo – indeterminado – para que o velho ‘sobradinho’ volte renovado para receber visitantes. O Museu Café Filho, instalado num sobrado colonial da Rua da Conceição, Cidade Alta, está no aguardo de um novo edital a fim de licitar recursos para sua reforma. Será o terceiro, desde  o seu fechamento para reforma há mais de um ano. A empresa que havia ganhado o edital passado, de R$150 mil, resolveu desistir da participação.
Aldair DantasMuseu Café Filho não tem prazo para reaberturaMuseu Café Filho não tem prazo para reabertura

“Estamos no aguardo de que um edital novo seja lançado no máximo na próxima semana. A intenção é que até o fim deste mês tenhamos algo concreto sobre a reforma do sobradinho”, explica Sérgio Wycliffe, do setor de patrimônio da Fundação José Augusto. A conclusão da reforma do museu estava prevista anteriormente para abril de 2012 – prazo que agora foi estendido pelas razões já citadas. Neste ano a casa não participou da programação da 10ª Semana dos Museus, devido ao estado de indefinição entre editais e reformas.

 O Museu Café Filho é dedicado à memorabília do único potiguar a ser presidente do Brasil. Mas o local não foi residência dele: por lá Café Filho criou e presidiu o Sindicato dos Trabalhadores por dois anos. O sobradinho, no entanto, já é um bom motivo para conhecer o museu; o prédio estilo colonial de 1820 utiliza seus dois pavimentos para dividir o acervo: há a sala de estar, mobiliada com peças do ex-presidente; as salas de condecorações; a biblioteca (livros não podem ser consultados); a sala de exposições temporárias (objetos pessoais, certidão de nascimento, fotos, etc.), e o quarto, ainda mobiliado.



Deixe seu comentário!

Comentários