Economia

Natal, 30 de Agosto de 2014 | Atualizado às 17:28

Exportação do RN tem queda de 9% de janeiro a novembro

Publicação: 18 de Dezembro de 2008 às 00:00
Alex RégisBALANÇA COMERCIAL - O melão continua sendo o primeiro produto da pauta de exportaçãoBALANÇA COMERCIAL - O melão continua sendo o primeiro produto da pauta de exportação

O volume arrecadado pelo Rio Grande do Norte com suas exportações, de janeiro a novembro, caiu 9,9% em relação ao mesmo período do ano passado. As vendas para o exterior renderam à economia do estado mais de US$ 310 milhões (R$ 728,5 milhões) . Em 2007, até o 11º mês foram US$ 334 milhões (R$ 784,9 milhões). Apesar da queda, a balança comercial potiguar ainda apresenta superávit. De janeiro a novembro deste ano, as importações chegaram a cerca de US$ 198,1 milhões (R$ 465,5 milhões). O resultado é que as vendas ultrapassaram em US$ 112 milhões (R$ 263,2 milhões). Na comparação regional, o Rio Grande do Norte ocupa o sexto lugar entre os estados do Nordeste que mais exportaram. À frente estão Bahia, Maranhão, Ceará, Pernambuco e Alagoas. Dos seis primeiros, o RN é o único que apresentou queda nas vendas para o exterior.

Produtos

O melão continua liderando a lista dos principais produtos exportados pelo estado. Embora apresente uma queda de 25,7% de 2007 para 2008, a fruta acumula US$ 55,8 milhões vendidos, o equivalente a R$ 131,13 milhões. O segundo lugar ficou com a castanha de caju com US$ 41,5 milhões comercializados (R$ 97,5 milhões), seguido pelo combustível: atingiu a cifra de US$ 26,3 milhões (R$ 61,8 milhões).

Entre os produtos que apresentaram a maior variação positiva estão os Alimentos para cães e gatos que cresceram 251,6%. Em seguida vem o Álcool, que cresceu 128,3%; e, em terceiro lugar, os Sucos e Extratos Vegetais com incremento de 114,7%. Por outro lado, quem lidera a lista dos itens da pauta de exportações do Rio Grande do Norte que mais tiveram queda no período 2007-2008, estão os Tecidos e T-shirt que caíram, respectivamente, 83,1% e 63,9%.

Em 2007, os Tecidos comercializaram US$ 7.119.416 (aproximadamente, R$ 16,7 milhões). Neste ano, foram comercializados pouco mais de US$ 1,2 milhões (R$ 2,82 milhões). Já as vendas de T-shirts chegaram a US$ 1.058.900 neste ano contra US$ 2.935.379 do ano passado.

Tags milhões