sábado, 2 de março, 2024
26.1 C
Natal
sábado, 2 de março, 2024

Ida e volta na Série C

- Publicidade -

Rubens Lemos Filhos

[email protected]

Há um movimento positivo, liderado pelo Remo(PA) para mudar a fórmula de disputa da Série C do Campeonato Brasileiro, eliminando os grupos e simplesmente copiando o ida e volta com 20 clubes, já existente nas Séries A e B.

Para o ABC seria bem mais rentável em casa. O Frasqueirão, claro, se montado bom time, ferveria. Nada é mais justo do que o modelo dos pontos corridos. Raramente há injustiça. O campeonato com 20 e todos contra todos premia os jogadores, mantêm empregos e estica o calendário até dezembro.


No campeonato de tiro longo, nem sempre quem começa bem acaba no topo. Não há time, a não ser os maravilhosos do passado, capaz de manter a regularidade de abril até dezembro. Então a emoção estará presente até a última rodada, como agora, na primeira divisão.


O ABC não emitiu opinião sobre o tema. O ABC não se pronuncia salvo em casos excepcionais como a difamação senador Jorge Kajuru(GO) contra o clube, chamando-o de prostituto e acusando o alvinegro de haver recebido dinheiro para derrotar o Vila Nova. Kajuru é um babaca e atingiu senhoritas que sempre estarão em nossos corações.


Com 20 clubes, a Série C não traria maiores consequências, ao contrário, atrairia patrocinadores e emissoras de TV teriam de pagar mais caro para transmitir os jogos ao vivo. Acho a solução ideal e acredito que o ABC entrará nesse bloco. Desde que seja para fazer uma bela campanha.

Andrey A venda do garoto Andrey do ABC para o Atlhetic(PR) por 700 mil reais foi medida correta. Jogador de base é formado para gerar dinheiro para qualquer clube. Andrey poderia sim, ficar e se valorizar mais. Como? Na Copa do Nordeste? no Estadual?

Exemplo Lembram do centroavante Matheus Mathias, que surgiu como um furacão, sendo chamado de futuro Sérgio Alves, futuro Ivan, futuro Wallyson? Venderam logo e o menino rodou até parar no interior nordestino. Nunca foi um craque, mas chuva de verão.

Outro promissor No ABC há outros Andreys. Um deles chama-se Marco Polo, meia-esquerda sensacional, do Sub-17. Jogador que nasceu pronto, que bate na bola com a suavidade das gaivotas. Pode ser o próximo.

Me expliquem Quero saber o porquê de tentarem destruir o Estádio Juvenal Lamartine, patrimônio histórico tombado, e nem se fala em tocar no Aero Clube, onde rico vai jogar beach tênis e futebol soçaite? O caso é igual. Diferença: um é para pobre, outro para a classe A, o Jet, as dondocas e marombados.

Biró e Sabará

Quem me conta é o médico do América, Maeterlinck Rêgo, gozador diplomado. No dia 7 de junho de 1960, Natal parou para ver o amistoso ABC x Vasco. Os cruzmaltinos vinham com todas as feras, a mais famosa, o zagueiro Bellini, capitão do Brasil campeão do mundo em 1958.


Uma noite de terça-feira que ficou marcada pelo jogo e pela presença feminina na Tribuna de Honra. Todas suspirando por Bellini, reconhecidamente um homem bonito. Não se tem notícia de que tenha sido fisgado por alguma natalense afoita.


Teve retreta, desfile, entrada de premiação e mais de 6 mil pessoas no estádio. Até hoje tem muito vascaíno em Natal e eu sou um deles, da ala crítica, não do polo fanático. O fanatismo emburrece progressivamente e sua tropa está engrossando minuto a minuto.


O Vasco deu um olé de 6×2. O Vasco estava enfadado até a hora em que o gênio Jorginho deu um drible humilhante que obrigou Bellini a se segurar no alambrado. Então, o ponta-direita Sabará despertou. Fez dois gols em quatro minutos. E ia dando um calor no espirituoso e botinudo lateral-direito Biró, nesta noite, entrou improvisado e encarregado de parar Sabará.

Ate que um torcedor gritou:

– Corre atrás de Sabará, Biró!

Resposta imediata:

– Eu? Vou nada. Ele não vai ter que passar por aqui? Eu espero…

Para o Vasco marcaram Sabará(2), Pinga, Roberto Pinto, Delém e Pacoti. Para o ABC, Mota fez os dois. O ABC com Ribamar(Sansão); Biró(Piaba) e Calado: Cileno, Orlando e Miro(Biró); China, Jorginho, Paraíba(Paulo Izidro), Pádua(Jorge Segundo) e Mota.


Vasco: Barbosa(Ita), Paulinho(Dario) e Bellini(Brito); Écio, Russo(Barbosinha) e Coronel; Sabará(Joãozinho), Roberto Pinto, (Villadoniga), Delém(Pacoti), Pinga(Nivaldo) e Ronaldo. O Vasco voltaria ao Juvenal Lamartine em 1970, vencendo o ABC por 1×0, gol de Ademir.

Esporte em todo lugar A Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara dos Deputados aprovou projeto que exige a instalação de equipamentos comunitários para a prática de esportes por pessoas idosas nos programas habitacionais desenvolvidos pelo governo ou subsidiados por recursos públicos.

Idosos O relator, deputado Cleber Verde (MDB-MA), recomendou a aprovação do substitutivo da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa para o Projeto de Lei 1278/23, do deputado Saullo Vianna (União-AM). O texto insere a obrigação no Estatuto da Pessoa Idosa, enquanto o original previa a medida de forma facultativa, em norma autônoma.

Os artigos publicados com assinatura não traduzem, necessariamente, a opinião da TRIBUNA DO NORTE, sendo de responsabilidade total do autor.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas