segunda-feira, 17 de junho, 2024
28.1 C
Natal
segunda-feira, 17 de junho, 2024

Jobim é o cara

O título da nota que saiu na coluna do Ancelmo Góis, de O Globo de ontem, é outro. É “Jobim  é o alvo”. Prefiro o viés que certamente dom Romário usaria, o que faço agora. Bom, o presidente do Supremo botou mais uma vez uma pedra nos caminhos das CPIs, para impedir que se quebre o sigilo bancário, fiscal e telefônico de Paulo Okamotto, presidente nacional do Sebrae, ex-caixa da campanha eleitoral do presidente Lula e pagador de um conta particular que o seu amigo do peito devia ao velho e cansado PT. O ministro Nelson Jobim, ex-deputado e ex-senador e apontado como um dos candidatos a candidatos a vice de Lula nas eleições de outubro, estava como ministro de plantão e atendeu a liminar de Okamotto. As últimas decisões do presidente do STF têm irritado o Congresso.

Ontem, Ancelmo de Góis dava a nota: “Representado pelo advogado Ivan Nunes Ferreira, um grupo de personalidades interpela judicialmente o ministro Nelson Jobim. Quer que o presidente do STF declare se é ou não pré-candidato na eleição deste ano. Se for, segundo esta turma Jobim contraria a Constituição e a Lei Orgânica da Magistratura, que “vedam a magistrados a atividade político-partidária”.

Logo em seguida o colunista de O Globo dá alguns nomes dos signatários da interpelação. Só tem astros. Gente do mais alto coturno, refinada linhagem,  verdadeiro escrete, entre eles um cardeal, Dom Luciano de Almeida. Mais o arquiteto Oscar Niemeyer, os juristas Dalmo Dallari, Eduardo Seabra Fagundes, Godofredo Silva Teles e o desembargador Luís Fernando Ribeiro de Carvalho.

Bom, dizem que o ministro Jobim está requerendo aposentadoria por tempo de serviço. Voltaria à atividade política na garupa do PMDB. Da banda do PMDB que insiste numa dobradinha com o PT de Lula. E Jobim é o cara.

Cadê a chuva?

Os meteorologistas nordestinos ainda não querem cantar a pedra e andam preocupados com o jeitão do tempo. Agora, neste fevereiro, haverá uma reunião em Mossoró para destrinchar o quebra-cabeça estribado no que disseram os satélites no decorrer de janeiro que passou desembestado fazendo só poeira.

Mas ontem fuçando a Funceme, vi que voltou a chover no Cariri do Ceará, abrindo temporada de fevereiro com certa animação. As chuvas de terça-feira para o amanhecer de quarta no município de Farias Brito foram de 43 milímetros, em Missão Velha,42, em Juazeiro do Norte, 36, em Aurora, 14, em Barro, 11, em Baixio e Lavras de Mangabeira, 10, e em Crato, 8.

Tem chuvas  finas na região do Sertão Central e Inhamuns (Pedra Branca, 8; Iguatu, 6) e na Jaguaribana: Palhano, 8, e Russas, 3.

O Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC) do Ministério de Ciência e Tecnologia está prevendo para hoje, 2, “variação de nebulosidade e pancadas de chuvas no Norte e Sudoeste do Piauí e Oeste da Bahia”.

O Graal de Osório

Osório Almeida, o último dos pensadores da calçada do Café São Luís, e que se diz “ateu convicto” e torcedor do Botafogo, estará autografando a partir das 10 horas de sábado, no Sebo Vermelho, com as bênçãos de Abmael Silva, o seu “De volta ao Castelo do Graal”.

Na república do fingimento

Leio um texto da cientista política Lúcia Hippólito, no blog de Ricardo Noblat, no Estadão, rastreando a campanha presidencial:

– Temos campanha, mas não temos candidato. O presidente Lula reúne-se com marqueteiros, começa a escolher o estado-maior da campanha, seleciona temas a serem explorados nos discursos.

– Lula tem pinta de candidato, agenda de candidato, palanque de candidato, faz discurso de candidato. Mas ainda não decidiu se vai ser candidato.

– O presidente não tem pressa. Vai tentando enganar a Justiça Eleitoral enquanto pode. Assim, Lula finge que ainda não é candidato, e a Justiça Eleitoral finge que acredita.”

Nova pesquisa

Passo pela calçada do Cova da Onça e o mestre Gaspar me fala de uma nova pesquisa da Certus que teria sido encomendada pelo senador Fernando Bezerra. Confirma mais ou menos os mesmos números da pesquisa que o instituto fez na primeira quinzena de janeiro para o PMDB, dando ampla vantagem de Garibaldi sobre Wilma de Faria.

Na pesquisa do senador, a maioria de Garibaldi cresce mais alguns pontos. Na pesquisa feita para o PMDB, Garibaldi aparece com 53,51%, enquanto Wilma esbarra nos 34,43%. Garibaldi ganhando com folga no primeiro turno.

Segundo Gaspar, do Cova da Onça, Garibaldi aparece agora, na pesquisa de Fernando, com 57 pontos, aumentando a vantagem.

João Faustino

Está bem o ex-deputado João Faustino depois do susto que passou na sexta-feira. Veraneando na Praia de Cotovelo sentiu fortes dores no tórax. Safenado, foi parar num pronto-socorro cardiológico, lá se foram três dias numa uti. Os exames e mais um cateterismo comprovaram que suas artérias estavam cem por cento e o velho coração idem. João Faustino foi traído por uma esofagite. Em tempos de praia ninguém resiste às frituras da mesa, uma dose a mais de um uísque ou de uma boa cachaça. Quem paga o pato é coitado do esôfago.

João já está em casa, firme, forte e tranqüilo. Mas vai ter que perder uns quilos.

João Ururaí

João Ururaí, da velha guarda e da fina flor do decanato do jornalismo político desta terra de Poti mais bela, também andou precisando de umas corrigendas no coração. Foi até  São Paulo, internou-se no Incor, atravessou uma bateria deste tamanho de exames e ontem voltou à província. Retornou agraciado com 3 STEN, último modelo, pressão 12 por  8, cigarro nunca mais e para ver a paisagem de Pirangi vai ter que moderar no uísque de todos os dias. Dá para agüentar, com folga, mais 10 campanhas eleitorais.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas