quinta-feira, 23 de maio, 2024
25.4 C
Natal
quinta-feira, 23 de maio, 2024

Artigos de uso doméstico puxam avanço no RN

Entre os segmentos com maiores altas em 2013 está o de “Outros artigos de uso pessoal e doméstico”, com expansão no volume de vendas da ordem de 10,3%, em relação ao ano anterior – resultado que o levou a responder por 23,3% da taxa anual do varejo. Incluem-se nesta atividade as lojas de departamentos. Hipermercados, supermercados, produtos alimentícios, bebidas e fumo, por sua vez, tiveram crescimento de 1,9% em 2013, em relação ao ano anterior, exercendo o segundo maior impacto na formação da taxa geral do varejo (22,6%).

#SAIBAMAIS#Já a atividade de Artigos farmacêuticos, médicos, ortopédicos e de perfumaria, que registrou crescimento de 10,1%, em relação ao ano anterior, apresentou a terceira maior contribuição à taxa anual do comércio varejista (15%). A variação de preços de medicamentos abaixo do Índice Geral e a expansão da massa de salários, somadas ao caráter de uso essencial de seus produtos, são as principais razões do desempenho acima da média geral do varejo.

A quarta maior contribuição à taxa global do varejo coube a atividade de Combustíveis e lubrificantes (14,6%), que aumentou o volume de vendas em 6,3% com relação a 2012. O desempenho foi influenciado não só pelo comportamento dos preços dos combustíveis, cujo aumento em 2013 (6,1%) ficou próximo da média geral (5,9%), segundo o IPCA, bem como pelo crescimento da frota nacional de veículos.

Com aumento de 5,0% em relação ao ano anterior, a atividade de Móveis e eletrodomésticos exerceu o quinto maior impacto (14,4%) da taxa anual do varejo. A sexta maior contribuição para o resultado global no ano de 2013 coube ao segmento de Tecidos, vestuário e calçados, com uma variação de 3,5% em relação ao ano anterior, o mesmo resultado de 2012.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas