domingo, 14 de abril, 2024
29.1 C
Natal
domingo, 14 de abril, 2024

Mercado destaca multiplicidade de plataformas do Sistema Tribuna

- Publicidade -

O mercado publicitário tem passado por modificações com o surgimento de inúmeras tecnologias como a inteligência artificial, o que tem provocado cada vez mais a necessidade de adaptação e planejamento. O boom tecnológico do momento exige que as empresas estejam inseridas, obrigatoriamente, neste novo ambiente, cada vez mais digital. Para isso, a credibilidade e a relevância dos veículos de comunicação, que tiveram de se adaptar às novidades e são importantes parceiros para a inserção publicitária, fazem a diferença. As avaliações são de fontes ouvidas pela TN, que destacaram as transformações trazidas para o mercado com a chegada de plataformas modernas.


Odemar Neto, diretor da Executiva Agência de Comunicação (Execom) e da Federação Nacional de Propaganda (Fenapro), diz que planejamento é a palavra-chave. “A utilização da inteligência artificial para facilitar e melhorar a qualidade no processo criativo é hoje uma realidade e a tendência é que seja intensificado o uso dela, inclusive para a elaboração de campanhas. A sinergia tem que ser total entre agências e clientes”, diz. Tudo isso, indica, sem esquecer dos formatos de veiculação.

“O veículo é o canal responsável para que a informação chegue ao consumidor. A agência, tendo uma boa mídia que faça um plano de acordo com o produto, diminui muito a possibilidade do investimento não ter o retorno desejado”, explica. É esse bom planejamento que fez a Abreu Imóveis. A imobiliária decidiu investir no formato digital e conseguiu o melhor desempenho, em cinco anos, do número de leads (clientes interessados em comprar ou alugar um imóvel) da empresa já no início de 2024.

No mês passado, a Abreu Imóveis registrou mil leads para vendas e quase 1,7 mil para locação. Em dezembro de 2023, a imobiliária começou uma parceria com a TRIBUNA DO NORTE para anunciar no formato digital. “Sou anunciante da TN há cerca de 40 anos. Antes nós tínhamos uma dependência muito grande dos classificados, mas hoje as redes sociais são muito mais importantes do que o formato impresso, como é o caso dos classificados. Claro que ainda há um público para esse formato, mas eu também busco aqueles que estão no portal e querem a informação mais rápido. A TRIBUNA é o maior portal do Estado, é extremamente forte no Instagram e nós buscamos isso”, destaca Ricardo Abreu, diretor da Abreu Imóveis.

Para o diretor, a credibilidade alcançada pela TN ao longo de mais de sete décadas de história, é fundamental para atrair esse público. “Por isso estamos fortes no segmento digital, junto à TRIBUNA”, aponta ele. João Daniel Vale, sócio-diretor da Art&C Comunicação, também ressalta que credibilidade é a palavra-chave nesses tempos de novos formatos. “Nesse ponto, a TRIBUNA DO NORTE é relevante, se atualizou ao longo dos anos e empresta sua credibilidade para quem anuncia”, sublinha.

Os resultados dessa visibilidade, segundo Vale, são múltiplos, mas há um central. “Acho que o principal é a construção e a reputação da marca. Os consumidores tendem a confiar mais naquelas que anunciam e fazem isso nos veículos adequados, como a TRIBUNA. Em tempos de fake news, a responsabilidade dos meios é fundamental e a TN tem se atualizado no formato digital, mas sem abrir mão disso”, atesta João Daniel Vale.

O presidente do Sindicato das Agências de Propaganda do Rio Grande do Norte (Sinapro), Renato Quaresma, afirma que na TN as marcas encontram uma combinação de conteúdo, cobertura, alcance, credibilidade e flexibilidade para inovação. “A TRIBUNA soube se alinhar rapidamente à transformação digital do mercado. O que era um jornal hoje é uma mediatech. E essa multiplicidade de plataformas e formatos oferecidas ao mercado permite que as agências possam escolher o meio e a linguagem adequadas para se conectar com o consumidor, oferecendo soluções customizadas para cada necessidade de cada marca, em cada momento”.

Segundo ele, entre os resultados para parceiros estão o reconhecimento, identificação, engajamento e, consequentemente, fortalecimento de imagem e dinheiro no caixa. “A boa comunicação faz esse papel, criando conexões com o consumidor e gerando valor para as marcas. E contar com uma audiência qualificada, como a de veículos como a Tribuna, faz toda a diferença”, diz ele.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas