segunda-feira, 26 de fevereiro, 2024
27.1 C
Natal
segunda-feira, 26 de fevereiro, 2024

Petrobras vai vender refinaria e ativos no RN

- Publicidade -
Ricardo Araújo
Editor de Economia
A Petrobras anunciou no início da noite desta segunda-feira, 24, a venda de 26 concessões de produção (23 terrestres e 3
marítimas) 
no Rio Grande do Norte. Entre os bens ofertados, está a Refinaria Potiguar Clara Camarão, situada em Guamaré. O documento “Oportunidade de Investimento em Campos Terrestres e de Águas Rasas no Brasil” contempla, ainda, a oferta de bases operacionais em Mossoró e Alto do Rodrigues;  um sistema submarino com 273 quilômetros de duto de distribuição, injeção e/ou escoamento, porto e heliporto. Os valores envolvidos nesse novo processo de venda não foram divulgados pela estatal. Levantamento da TRIBUNA DO NORTE com base nas negociações de ativos já efetivadas no Estado com empresas privadas, mostra que a Petrobras se desfez de 46 concessões que movimentaram cerca de R$ 2,1 bilhões. 
Refinaria Potiguar Clara Camarão tornou o Rio Grande do Norte o único estado do país autossuficiente na produção de todos os tipos de derivados do petróleo
No Resumo da Oportunidade, a Petrobras informa que iniciou o “objeto deste Processo consiste na cessão dos direitos de exploração, desenvolvimento e produção de óleo e gás natural desse grupo de campos terrestres e de águas rasas, com instalações integradas, visando fornecer aos potenciais compradores plenas condições de operação”. O conjunto de concessão ofertadas compreende o Polo Potiguar, que compreende três subpolos: Canto do Amaro, Alto do Rodrigues e Ubarana. Além de incluir infraestrutura de produção e escoamento que atendem esses subpolos, e o Ativo Industrial (ATI) localizado em Guamaré. Conforme detalhado pela estatal, “a produção média do Polo Potiguar no ano de 2020 (Jan-Jun) foi de 23 mil bpd de óleo, sendo 97% produção onshore e 3% produção offshore, e 124 mil m3/d de gás, sendo 54% produção offshore e 46% produção onshore.”
Conforme consta no Teaser – documento da Petrobras que resume o ativo ofertado –  o Polo Potiguar incluirá todo o acesso à infraestrutura de processamento, refino, logística e de armazenamento, transporte e escoamento de petróleo e gás natural, o que possibilitará completa autonomia operacional e, além disso, o Polo Potiguar, por meio do ATI, dispõe de conexão logística com os principais pontos de comercialização de derivados da região.
Valores
Para ingressar no Processo de compra dos ativos, as empresas interessadas precisam comprovar um lastro financeiro bilionário, que inclui qualificação como operador “A” ou “B” pela Agência Nacional do Petróleo (ANP), com patrimônio líquido mínimo de R$ 76 milhões para a qualificação como Operador “B”.  Instituições gestoras ou financeiras devem ter valor total de mercado dos investimentos que negocia em nome de seus investidores superior a 1 bilhão de dólares. Empresas de trading que comercializem prioritariamente petróleo e/ou derivados devem possuir faturamento anual acima de 150 bilhões de dólares e Empresas de downstream ou logística com faturamento anual superior a 1 bilhão de dólares.
A Petrobras contratou o Banco J.P.Morgan como seu assessor financeiro exclusivo no contexto da Potencial Transação dos ativos ofertados. 
Refinaria Potiguar Clara Camarão
Refinaria Potiguar Clara Camarão produz diesel, nafta petroquímica, querosene de aviação
Situada no Polo Industrial Petrobras de Guamaré, a Refinaria Potiguar Clara Camarão produz diesel, nafta petroquímica, querosene de aviação e, desde setembro de 2010, gasolina automotiva, o que tornou o Rio Grande do Norte o único estado do país autossuficiente na produção de todos os tipos de derivados do petróleo.
Características técnicas
Capacidade: 6.000 m3/dia.
Duas unidades de destilação atmosféricas: U-260 e U-270 (diesel e QAV);
Uma unidade de tratamento cáustico regenerativo: U-280;
Uma unidade de produção de gasolina: UGG – U-280-A;
Breve história
No dia 1º de outubro de 2009, com a adequação das instalações existentes no Polo de Guamaré, o Rio Grande do Norte passou a abrigar oficialmente mais uma Unidade de Operações da Petrobras: a Refinaria Potiguar Clara Camarão.
É a primeira refinaria do Brasil batizada com o nome de uma mulher, uma homenagem à índia brasileira que se casou com Poti, chefe da tribo Potiguares, e junto a ele adotou o sobrenome Camarão, tradução exata do nome Poti. Clara Camarão, nascida no início do século 17, tornou-se heroína ao liderar um grupo de nativas contra a colonização holandesa numa batalha em Porto Calvo, Alagoas, no ano de 1637.
Como todas as refinarias da Petrobras, a Clara Camarão poderá refinar tanto petróleo pesado da Bacia de Campos como petróleo leve do pré-sal. Entretanto, nesta primeira fase, o petróleo que será processado pela refinaria será o produzido no Rio Grande do Norte.
Principais produtos: 
Diesel; Gasolina e Querosene de aviação.
Mercados que atende: 
A refinaria atende os mercados do Rio Grande do Norte e do sul do Ceará.
Fonte: Petróleo Brasileiro S.A. 
Ativos ofertados
Subpolo Canto do Amaro compreende: 
15 concessões terrestres (“onshore”): Canto do Amaro, Barrinha, Barrinha Leste, Barrinha Sudoeste, Benfica, Boa Vista, Fazenda Canaan, Morrinho, Mossoró, Pedra Sentada, Pintassilgo, Poço Verde, Redonda Profundo, Serra do Mel e Serra Vermelha; 
32 Estações Coletoras (EC), 1 Estação Coletora e Compressora (ECC), 3 Estações de Injeção de Água (EIA); 
Base administrativa e operacional de Mossoró/RN, incluindo laboratório para análise de óleo e água, oficina de manutenção e estoque de materiais; 
Poço de captação de água, localizado no município de Areia Branca – RN; e 2 Subestações elétricas. 
Subpolo Alto do Rodrigues compreende: 
8 concessões terrestres: Alto do Rodrigues, Fazenda Pocinho, Guamaré, Guamaré Sudeste, Monte Alegre, Estreito, Serraria e Angico; 
15 Geradores de Vapor fixos e 6 Geradores de Vapor móveis; Vaporduto de 30 km, entre 8” e 20”, além das Estações Controladoras de Vapor ; 
Base administrativa e operacional do Alto do Rodrigues/RN, incluindo parque de manutenção e preservação de tubulações de poços e estoque de materiais; e  Subestação elétrica. 
Subpolo Ubarana compreende:
3 concessões marítimas (“offshore”): Cioba, Oeste de Ubarana e Ubarana; 
17 plataformas fixas, das quais 2 são habitadas;
11 plataformas de aço do tipo jaqueta; o Sistema submarino com 273km de duto de distribuição, injeção e/ou escoamento; o Porto de Guamaré; e Estoque de materiais das plataformas.
O Polo Potiguara 
Engloba o Ativo Industrial (ATI) localizado em Guamaré/RN, composto por: 
Antiga Refinaria Potiguar Clara Camarão – RPCC, com capacidade instalada de 39.600 bpd; 
Plantas de processamento de gás natural: UPGN I (hibernada), UPGN II (hibernada) e UPGN III (em operação), com capacidade de processamento de 1.800 mil m3/d; 
Estações de compressão de gás de coleta para carga da UPGN, compressores de gas lift e compressores para exportação de gás residual;
 
Estações de tratamento de óleo com capacidade de 120.000 m³/d;  à Estações de tratamento de água com capacidade de 117.000 m³/d; 
Unidades de tratamento e de secagem de gás; o Subestações elétricas;
Slug catcher e tratador térmico do óleo de Pescada/ Arabaiana (concessões excluídas do escopo do Polo Potiguar); 
2 dutos emissários, totalizando aproximadamente 21 km, que promovem o descarte de água tratada no ATI para o mar;
Laboratório de derivados;
Sala de controle integrada; 
Base administrativa, incluindo instalações de hotelaria e refeitório; 
Terminal e monoboias (uma de claros e outra de escuros); e  Heliporto.
- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas