quinta-feira, 23 de maio, 2024
24.4 C
Natal
quinta-feira, 23 de maio, 2024

Sistema Tribuna e Senac-RN fortalecem parceria em educação corporativa e IA

Sempre em constante evolução, o mundo corporativo requer capacidade de se adaptar rapidamente às novas demandas do mercado. Nesse contexto, o Senac-RN, em parceria com o Sistema Tribuna, lançou o programa Cultura AdaptÁgil, uma iniciativa inovadora voltada para capacitação em inteligência artificial e aprimoramento de habilidades dos colaboradores do sistema, que envolve não só profissionais da comunicação, que trabalham na produção de notícias no jornal impresso, portal TN Online e rádio Jovem Pan News Natal, mas também trabalhadores de outras áreas, como marketing e administrativo.


O Cultura AdaptÁgil é mais do que um curso, diz Rose Câmara, gerente de carreiras do Senac-RN. Câmara explica que a capacitação é uma oportunidade de aprendizagem personalizada, desenvolvida exclusivamente para atender às necessidades específicas dos colaboradores do Sistema Tribuna. “A IA chegou com tudo, estamos vendo que ela chegou para ficar, na comunicação e outras áreas. Vemos que as corporações estão começando a utilizar isso internamente, então é um movimento que vem acontecendo cada vez mais forte”, diz.

O superintendente do Sistema Tribuna, Fernando Fernandes, diz que a ideia surgiu após o Motores do Desenvolvimento, evento promovido pela própria Tribuna, que contou com a participação do publicitário e administrador de empresas Walter Longo, que também é especialista no impacto da inovação na vida das pessoas. No encontro à época, Longo ressaltou que a inteligência artificial não se trata de uma onda, mas sim um tsunami e apresentou caminhos para “surfar” nesse momento de transformação da sociedade.

Programa foi apresentado à turma na última segunda-feira (8). Aulas começam nesta semana | Foto: Divulgação Senac-RN

“Senti que era uma necessidade premente”, diz Fernandes. “É uma ferramenta para facilitar, otimizar, dar mais agilidade e qualidade ao nosso trabalho. Procuramos o Senac, que visitou aqui a nossa empresa e montou toda essa programação porque faz todo sentido. Se a gente é a notícia que você confia e o jornalismo que lidera, nós temos que estar preparados para manter nossa liderança e mostrar aos nossos parceiros que somos uma empresa moderna”, completa Fernando Fernandes.

De acordo com o Senac-RN, a Cultura AdaptÁgil partiu de uma preparação prévia, com visita à empresa para conhecer a estrutura e os funcionários. O programa foi montado de forma a, primeiramente, igualar o grupo de colaboradores, que possui cargos diversas em áreas operacionais, administrativos, estratégicos e de liderança para depois introduzir o currículo que enfatiza a inteligência artificial (IA) e as habilidades digitais.

O programa não se limita a transmitir conhecimento técnico, mas visa também a cultivar um novo mindset. Além disso, um dos principais objetivos do Cultura AdaptÁgil é promover o desenvolvimento contínuo. Ao incentivar uma cultura de aprendizado constante, o programa contribui significativamente para o aperfeiçoamento das habilidades dos colaboradores, estabelecendo um ambiente propício para a inovação organizacional, destaca Jéssica Santos, coordenadora de educação corporativa do Senac-RN.

“Com isso esses colaboradores estarão prontos para as novas tendências, necessidades e exigências do mercado, que é tão volátil e frenético. A intenção é que a gente possa estimular uma aprendizagem contínua, gestão do conhecimento, agregando valor à atuação de cada colaborador para que ele se sinta mais pronto”, pontua Jéssica Santos.

Impacto na comunicação
A inteligência artificial vem remodelando o panorama da comunicação. A ideia da capacitação é aprender a utilizar ferramentas de IA para melhorar a eficiência, a precisão e a relevância da comunicação. Tecnologias que são fundamentais para aprimorar a produção de conteúdo e otimizar estratégias, reforça o diretor de redação Danilo Sá. “A IA é uma das tecnologias mais disruptivas da atualidade, vemos que sua aplicação está transformando diversos setores, incluindo o jornalismo. É uma capacitação que vai garantir que os colaboradores desenvolvam habilidades relevantes para o seu papel específico dentro do Sistema”, afirma.

O diretor da Jovem Pan News Natal Erasmo Magno ressalta que a expectativa é de uma experiência de aprendizagem personalizada e adaptativa, contribuindo na otimização de processos no sistema jornalístico como um todo. “Além disso, que individualmente cada colaborador possa enriquecer o seu currículo, a sua capacidade de produzir, enxergar e se preparar para as novas demandas que venham a surgir”, acrescenta.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas