segunda-feira, 17 de junho, 2024
23.4 C
Natal
segunda-feira, 17 de junho, 2024

Apenas vitória pode salvar a Lusa da crise

Crise. Uma palavra rotineira no passado lusitano, mas que ultimamente tinha deixado o vocabulário do Canindé. Após a quase-ascensão da Portuguesa à Série A, a paz que reinava na Rubro-verde voltou a ser conturbada nos últimos dias. Começou com os boatos de demissão que  rondaram o técnico Giba no início da semana e culminaram na derrota de 3 a 1 no clássico com o São Paulo, na quinta-feira.

Buscando uma maior tranqüilidade, a Lusa dá início, contra a Ponte Preta, hoje, à sua “pré-temporada” no ABC Paulista. Com o Canindé ainda passando por reformas, a diretoria escolheu uma nova sede para seus jogos (após tentativas no Nicolau Alayon e Parque Antarctica): o Anacleto Campanella.

Os próximos três compromissos lusitanos no Estadual serão na casa do São Caetano, incluindo um confronto com o próprio Azulão. Na largada, contra a Macaca, o objetivo é apagar a má atuação exibida no Morumbi. Sem desfalques, Giba deve manterá a mesma escalação. A única variável é a entrada –ou retorno- de Rafael Toledo ao meio-campo, para evitar o caráter defensivo exibido no clássico. Se isso acontecer, Jocivalter perde a boquinha entre os 11 iniciais.

Na 11ª colocação do Paulistão, com os mesmos dez pontos da Ponte, o objetivo lusitano é voltar a figurar em bom lugar na classificação. No Moisés Lucarelli, o pensamento não é diferente e o técnico Osvaldo Alvarez vê o confronto como decisivo, o chamado “jogo de seis pontos”.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas