terça-feira, 21 de novembro, 2023
27.4 C
Natal
terça-feira, 21 de novembro, 2023

Criticado, Brasil recebe Argentina nesta terça-feira (21)

- Publicidade -

A Seleção Brasileira deve ter duas novidades para o clássico com a Argentina, nesta terça-feira (21), às 21h30 (de Brasília), no Maracanã, no Rio, pela sexta rodada das Eliminatórias para a Copa do Mundo. Gabriel Jesus assumiu o lugar do lesionado Vinícius Júnior no ataque. Na lateral, por opção técnica, Carlos Augusto ganhou a disputa com Renan Lodi.


Vindo de uma fase ruim, o Brasil busca voltar a vencer. Desde que o técnico Fernando Diniz assumiu a seleção brasileira, foram cinco jogos: duas vitórias, um empate e duas derrotas. São três jogos sem vencer, sendo estes últimos três resultados negativos. Na tabela, caiu para a quinta posição com sete pontos, vendo outras seleções ultrapassarem.


“A gente quando é pequeno e quer ser jogador de futebol sonha com grandes jogos assim, por seleção ou por clube. Vai ser um jogo muito grande. Sabemos da qualidade do nosso time, o peso da nossa camisa. Temos que nos apegar a isso. Com certeza vai dar tudo certo”, comentou Martinelli que deve ser titular na equipe.
Martinelli reforçou a importância da partida e garantiu foco no jogo.


“Sabemos da importância desse jogo, todo mundo sonhou em jogar esse jogo. Ainda mais no Maracanã. Temos conversado isso. Um jogo que tem que querer jogar, dar o nosso melhor e ganhar a partida. É um jogo muito importante nesse nosso processo. Vamos nos doar bastante para sair com a vitória”.


A Argentina por sua vez vive um momento um pouco melhor. Os argentinos vêm de uma derrota para o Uruguai na última rodada, mas lideram com 12 pontos, por mais que vejam os uruguaios na cola na segunda posição com 10. A equipe venceu quatro de seus cinco jogos até aqui e quer voltar a vencer para se isolar na ponta da tabela de classificação.


Para o duelo, a Seleção Brasileira não terá dois de seus principais jogadores: os atacantes Neymar e Vini Jr, ambos lesionados.A ausência da dupla, inclusive, foi assunto na entrevista coletiva do técnico da Argentina, Lionel Scaloni, nesta segunda-feira (20). O treinador tratou de minimizar os desfalques brasileiros e projetou um jogo difícil no Maracanã.


“Estas grandes equipes têm substitutos. Se olharmos para o time que dizem que vai jogar, são todos jogadores de alto nível, jovens, rápidos, com experiência em times importantes. E com certeza o treinador terá algo preparado devido à falta de alguns. É o Brasil, sabemos tudo o que isso significa”, disse Scaloni.


Nas partidas, as seleções já se enfrentaram 108 vezes, de acordo com números do portal ogol . Foram 43 vitórias para o Brasil, 26 empates e 39 vitórias da Argentina. Porém, o Brasil não vence os argentinos há três partidas.

Endrick
O atacante Endrick aposta na força da torcida para ajudar na conquista de uma vitória. “Espero poder contribuir, ajudar a nossa Seleção, ainda mais diante da nossa torcida. O apoio deles vai ser fundamental para a busca da nossa vitória”, afirmou.


Endrick elogiou o técnico Fernando Diniz. “É um excelente treinador, tenho essa felicidade de treinar com ele. Ele falou para eu ir para frente, atacar, se perder a bola não tinha problema. Depois que ele falou aquilo, fiquei mais leve, mais tranquilo. Espero que ele possa dar muito orgulho para a nossa Seleção”.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas