sábado, 17 de fevereiro, 2024
29.1 C
Natal
sábado, 17 de fevereiro, 2024

Sindicato repudia declarações de senador contra jogadores do ABC: ‘disparate’

- Publicidade -

As declarações do senador Jorge Kajuru (PSB-GO) contra jogadores do ABC, após vitória diante do Vila Nova-GO, têm gerado repercussão no meio do futebol. O Sindicato dos Atletas de Futebol Profissional do Rio Grande do Norte (Safern) emitiu nota de repúdio e sugeriu que o parlamentar se retratasse. A entidade afirma que as falas do político difamam e injuriam todos os jogadores do time natalense.

“Certamente que o Senador, em disparate, deve ter confundindo sua condição de homem público eleito pelo povo do Estado de Goiás com a sua profissão nata de jornalista, onde a emoção deve ser contida e o equilíbrio, exaltado, para o bem da informação isenta”, disse o sindicato.

As falas de Kajuru vieram depois da derrota do Vila Nova, por 3 a 2, contra o ABC, no último sábado (25), no estádio Frasqueirão, pela última rodada da Série B 2023. O resultado frustrou o sonho de acesso do time goiano, que buscava chegar pela primeira vez à elite nacional.

O Safern sugeriu que o político se retrate, publicamente e no mesmo tempo e modo, das gravíssimas acusações proferidas contra os profissionais. O sindicato informou que a manifestação será encaminhada ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

Kajuru denunciou, sem provas, que os atletas do ABC receberam dinheiro para ganharem o jogo contra o Vila Nova e que são “piores do que prostitutas”.

“Para mim, os jogadores do ABC de Natal são prostitutas, piores do que prostitutas. Muito piores. As prostitutas são mais éticas do que eles. Eles até agora não jogaram nada, deixaram o ABC rebaixado, desmoralizado no Campeonato Brasileiro. O ABC vai agora para a terceira divisão, de repente vai para a Série D. Tomara que vá para a Série Z. Tô cagando para o ABC de Natal”, disse o senador de Goiás.

Ele ainda afirmou que os jogadores do ABC são “canalhas” e “bandidos”. Além disso, o senador disse que cada atleta teria recebido 200 mil reais para vencer o Vila. “Hoje, por causa de dinheiro, eles jogaram como se fosse uma decisão de Copa do Mundo e em Natal derrotaram o Vila Nova, que mais uma vez não consegue chegar a elite do futebol nacional. É por isso que eu odeio o futebol”, relatou.

Kajuru, que também é jornalista, também criticou o mundo do futebol. “Eu tenho 45 anos de carreira no futebol. Não posso generalizar, mas a maioria da classe é de bandido, é de canalha”, disse.

Veja vídeo das declarações de Kajuru:

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas