sábado, 22 de junho, 2024
24.1 C
Natal
sábado, 22 de junho, 2024

Presidente do Irã, Ebrahim Raisi, morre aos 63 anos em queda de helicóptero

O presidente do Irã, Ebrahim Raisi, morreu em um acidente de helicóptero, que caiu na floresta Dizmar, perto da cidade de Varzaghan, no Irã, no domingo, 19, conforme a agência estatal iraniana IRNA. Além de Raisi, o chanceler iraniano, Hossein Amir-Abdollahian, também faleceu, assim como dos outros passageiros da aeronave.

As equipes de resgate encontraram o helicóptero acidentado na madrugada desta segunda-feira, 20. Os canais de televisão mostraram imagens de destroços em chamas. Os corpos de todas as vítimas foram resgatados e as autoridades iranianas declararam o fim das operações de busca.

Pela legislação iraniana, se o presidente morrer, o vice assume e uma eleição deve ser realizada em seis meses. O vice-presidente é o conservador Mohammad Mokhber.

Raisi esteve no Azerbaijão no domingo para inaugurar uma represa com o presidente do Azerbaijão, Ilham Aliyev. A barragem é a terceira que as duas nações construíram no rio Aras.

Acidente
O acidente ocorreu na manhã de domingo, 19, e contou com diversas equipes de resgate na região, mas as condições climáticas, de muita chuva e neblina, fizeram com que o resgate fosse difícil. As equipes de busca demoraram cerca de12 horas para localizar o helicóptero.

Um drone turco detectou uma fonte de calor suspeita e transmitiu as coordenadas do local do acidente às autoridades iranianas, conforme relatado pela agência de notícias Anadolu.

“Ao encontrar a localização do helicóptero e ver a cena, não há sinal de que algum dos passageiros esteja vivo”, disse o chefe da Sociedade do Crescente Vermelho iraniano, Pirhossien Koulivand, que estava no local, à televisão estatal. Ele acrescentou que as pessoas podiam sentir cheiro de queimado no ar.

Quem é Ebrahim Raisi
Ebrahim Raisi foi eleito presidente do país persa em junho de 2021, ainda no primeiro turno, e é considerado um político ultraconservador. Ele contou com o apoio do líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei, que celebrou a eleição como uma vitória da nação contra a “propaganda inimiga”.

O pleito, no entanto, aconteceu com o menor comparecimento da história da República Islâmica — dos 59 milhões de cidadãos aptos a votar, pouco mais de 28 milhões foram às urnas. O sentimento era de que a eleição serviria apenas para coroar um candidato com vitória já esperada, o que gerou apatia generalizada entre os eleitores iranianos.

Em outubro de 2023, o presidente brasileiro, Luiz Inácio Lula da Silva, teve um encontro bilateral com Raisi, durante a cúpula dos Brics, na África do Sul, em Joanesburgo. A reunião aconteceu após o Irã ser confirmado como novo membro do grupo.

O Irã armou a Rússia em sua guerra contra a Ucrânia, bem como lançou um ataque de drones e mísseis contra Israel em meio à guerra contra o grupo terrorista Hamas na Faixa de Gaza. O Irã também continuou a armar grupos por procuração no Oriente Médio, como os rebeldes Houthi do Iêmen e o Hezbollah do Líbano.

Estadão Conteúdo

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas