segunda-feira, 15 de abril, 2024
26.1 C
Natal
segunda-feira, 15 de abril, 2024

Agência vai monitorar nível dos açudes

- Publicidade -

Vale do Açu – Aconteceu em 2004, 2008 e se repetiu em 2009. Em todas às vezes, o Governo Federal prometeu intervir com obras públicas para evitar inundações no Vale do Açu. Enviou recursos emergenciais, mas não para as obras de intervenção, como desobstruir o rio Pataxó, construir um dique de proteção na cidade do Alto do Rodrigues e desobstruir alguns trechos do rio Piranhas/Açu para evitar represamento de água dentro das cidades.

Faltando menos de dois meses para o início de uma nova temporada de inverno, a Agência Nacional de Águas (ANA) já demonstra preocupação quanto ao nível dos açudes do Rio Grande do Norte e do Estado da Paraíba. Segundo o diretor-presidente da ANA, José Machado, e o diretor Benedito Braga, com os açudes cheios, a possibilidade de acontecer uma nova inundação dos municípios do Vale do Açu é muito grande no início do próximo ano.

Os grandes açudes da Bacia Hidrográfica Piranhas/Açu, como Coremas (1,3 bilhão de metros cúbicos de água), na Paraíba, e a Barragem Armando Ribeiro Gonçalves (2,4 bilhões de metros cúbicos de água), com sangradouro em Itajá, no Vale do Açu, estão com mais de 95% de sua capacidade. No caso de se confirmar as previsões meteorológicas para o próximo ano, a inundação nos municípios do Vale do Açu ocorrerá logo no início do inverno.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas