terça-feira, 27 de fevereiro, 2024
25.1 C
Natal
terça-feira, 27 de fevereiro, 2024

Bolsonaro participa hoje de cultos e marcha em Natal

- Publicidade -
O presidente Jair Bolsonaro visita Natal pela segunda vez no espaço temporal de 30 dias. Hoje, Jair Bolsonaro participa de atos religiosos das Igrejas Católica e Evangélica, primeiro, assiste à missa a partir das 9 horas, no Santuário dos Mártires de Cunhaú e Uruaçu, no bairro de Nazaré, com celebração do arcebispo Metropolitano, dom Jaime Vieira Rocha.
Jair Bolsonaro vai à “Marcha para Jesus pela Liberdade”, programada para começar às 13 horas
Jair Bolsonaro estará acompanhando da esposa, Michele Bolsonaro e do prefeito de Natal, Álvaro Dias (PSDB).
Posteriormente, Bolsonaro reúne-se a partir das 12h, com pastores na Assembleia de Deus, na rua Manoel Miranda,  Alecrim, onde são esperados pelo menos 1.700 líderes religiosos do Rio Grande do Norte.
Depois do intervalo para almoço, o presidente Bolsonaro,  participa da “Marcha com Jesus pela liberdade”.  A concentração da Marcha começa às 13 horas. Após este ano, ele volta à Base Aérea de Parnamirim,  de onde voa para Fortaleza (CE).
A concentração da “Marcha com Jesus” ocorrerá na Nevaldo Rocha, em frente ao Midway Mall, de onde as pessoas sairão acompanhadas por três trios elétricos até o palco principal, armado na confluência das ruas Miguel Castro e Romualdo Galvão, em Lagoa Nova, onde, segundo organizadores, estarão cerca de 50 mil pessoas.
Bolsonaro vem participando de atos religiosos desde 21 maio, quando esteve na “Marcha para Jesus” em Curitiba (PR). Ontem, o presidente esteve no culto por ocasião da 43ª Convenção Estadual das Assembleias de Deus (Conamad), em Juiz de Fora (MG).
Ele voltou a Juiz de Fora, cidade em que foi alvo de uma facada há quatro anos durante a campanha eleitoral de 2018.
Na cidade mineira, Bolsonaro participou de um culto evangélico e voltou a relembrar o atentado que sofreu de Adélio Bispo. Ao discursar no culto da Assembleia de Deus em Juiz de Fora (MG), o presidente criticou o ministro Edson Fachin, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).
De acordo com o chefe do Executivo, “qualquer aluno do primeiro semestre de Direito” saberia que o magistrado é suspeito para dirigir a Corte. “Quem tirou Lula da cadeia foi o ministro Fachin. Onde está hoje em dia? Conduzindo o processo eleitoral”, reclamou.
O presidente também reagiu da juíza à declaração da juíza Ana Lúcia Todeschini Martinez, do cartório eleitoral de Santo Antônio das Missões e Garruchos (RS), que havia dito que a bandeira nacional poderia ser considerada propaganda eleitoral a partir do início da campanha, em agosto, por marcar “um lado da política”. “Se alguém proibir usar bandeira nacional, essa ordem será descumprida com aval do presidente da República”, disse o chefe do Executivo.
O presidente chegou à cidade mineira por volta das 9h e seguiu em motociata para um culto evangélico da 43ª Convenção Estadual das Assembleias de Deus. No trajeto, uma mulher que protestava contra o presidente foi retirada do ato ao se aproximar de Bolsonaro.
Após o encontro com religiosos, o presidente seguiu para a Santa Casa de Juiz de Fora, onde foi operado após ser esfaqueado quando cumpria agenda eleitoral, em 6 de setembro de 2018. O autor do ataque, Adélio Bispo de Oliveira, foi preso em flagrante.
O presidente se emocionou ao relembrar o episódio e agradeceu aos médicos que participaram do atendimento logo após o atentado. “O que eu mais pedia no período em que eu acordei (da facada) é que a minha filha não ficasse órfã”, disse.
Na quarta-feira (13), o presidente havia participado da Convenção dos Ministros das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus no Maranhão e em outros Estados da Federação (COMADESMA). Em 9 de julho esteve na “Marcha para Jesus” em São Paulo (SP).
A visita de Bolsonaro hoje em Natal é fora da agenda oficial, mas antes, o presidente passou seis vezes pelo Rio Grande do Norte no período de dois anos, praticamente. Em agosto foi a Mossoró, passou por Ipanguaçu, onde entregou moradias a famílias de baixa renda, enquanto em julho do ano passado vistoriou as obras da barragem de Oiticica, na região do Seridó.
Serviço:
O que: Marcha com Jesus pela Liberdade, com participação do presidente Jair Bolsonaro
Onde: Av. Senador Salgado Filho (Ao lado do Shopping Midway Mall)
Quando: Sábado, 16 de julho, às 13h
Fonte: Organização
- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas