segunda-feira, 26 de fevereiro, 2024
27.1 C
Natal
segunda-feira, 26 de fevereiro, 2024

CEI: Júlio Protásio só disponibilizará pré-relatório após indicação de substituto

- Publicidade -

O vereador Júlio Protásio (PSB), que abandonou o cargo de relator da Comissão Especial de Inquérito que investiga supostas irregularidades em contratos pela Prefeitura do Natal, não entregou o pré-relatório sobre a investigação aos demais membros da CEI. A previsão era que o parlamentar disponibilizasse os documentos nesta segunda-feira (30), mas, através de ofício, Protásio informou que só fará a entrega dos documentos ao novo relator da CEI, que ainda não foi definido. Os vereadores Adenúbio Melo e Bispo Francisco de Assis, ambos do PSB, são os únicos aptos a ocupar a função, mas ainda não decidiram se aceitam o cargo.

No relatório encaminhado à presidente da CEI, vereadora Júlia Arruda, Júlio Protásio informou que o oferecimento de relatório é de competência exclusiva de um vereador que estiver oficialmente ocupando a função e, na condição de cidadão, entregará os dados já levantados. Porém, somente após a indicação do novo relator.

“Isso fugiu do que tinha sido acordado porque esperávamos que o pré-relatório fosse entregue hoje. Mas vamos esperar que ocorra uma definição sobre essa questão até amanhã”, disse Júlia Arruda.

Como Julia Arruda já é a presidente da CEI e a vereadora Sargento Regina está impedida de ocupar a relatoria por ter sido a autora do requerimento para a instalação da investigação, apenas os vereadores Adenúbio Melo e Bispo Francisco de Assis poderiam ocupar a função. Contudo, Adenúbio explicou não pode assumir a função pelo mesmo motivo que Júlio Protásio, que usou a condenação na Operação Impacto como argumento para a saída da comissão. Restaria como opção o Bispo Francisco de Assis, que solicitou tempo para pensar se aceitaria ou não o cargo de relator.
#SAIBAMAIS#
“Não acho que seja viável convocar outro vereador para a CEI porque o ideal é que o relator seja alguém que participou da investigação. A CEI pode funcionar com quatro ou três membros também. O que me preocupa é que a CEI tenha o seu desfecho, sua conclusão e o seu resultado. Esperamos que amanhã essa questão seja solucionada”, disse Júlia Arruda.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas