domingo, 16 de junho, 2024
23.1 C
Natal
domingo, 16 de junho, 2024

Complexo viário melhora trânsito

Daísa Alves
repórter

Mesmo com as estruturas de mobilidade do complexo viário Dom Eugênio de Araújo Sales inacabadas, os motoristas já avaliam positivamente a funcionalidade do equipamento. “O trânsito está melhorando” é a frase mais comum aos condutores que trafegam diariamente no entorno da Arena das Dunas – demonstrando a expectativa de que após todo o projeto concluído, as mudanças sejam mais eficazes para o tráfego. A deficiência de sinalização é que preocupa.
Serviços de finalização comprometem fluidez do trânsito. Ao longo do dia, caminhões ocupam uma faixa da pista, para apoio às obras
No complexo, cinco túneis e  o viaduto estaiado  da Prudente de Morais já estão liberados. “O trecho ficou ótimo. Só no primeiro momento tive dificuldade para entender. Mas, está melhorando. Quando terminar as obras acredito que vai ser ainda melhor”, pontua Severino Henrique da Silva, construtor que trabalha nas imediações.

#SAIBAMAIS#Para a conclusão tão esperada, falta ainda a liberação do túnel da Raimundo Chaves e das duas passarelas – previsto para 21 de julho -, e o viaduto na marginal da BR-101, com data para 31 de julho. Após a entrega, o binário da avenida Jerônimo Câmara e Mor Gouveia será iniciado, com previsão de entrega para outubro.

O trabalho para o término das estruturas no entorno da Arena é um dos causadores de tumulto no fluxo de carros. Durante todo o dia e até mesmo em “horário de pico” (entre às 7h e 8h30), caminhões ocupam uma faixa da pista, para apoio às obras, resultando em lentidão no trânsito. Este cenário foi visto ontem pela manhã na Prudente Morais, próximo do viaduto estaiado, e no túnel da Av. Lima e Silva.

Outra situação que complica são as barreiras nas avenidas Jerônimo Câmara, Lima e Silva, e Mor Gouveia. Apesar dos túneis estarem liberados, as avenidas ainda recebem obras. De acordo com  Walter Pedro, secretário adjunto de Trânsito da pasta de Mobilidade Urbana, após a conclusão de todo o complexo, será necessário ainda mais “vinte a trinta dias” para análise do fluxo, tanto no local, como nas vias próximas.

Segundo ele, cinco pontos do complexo receberão radares de velocidade. Eles controlarão o fluxo com limite de 50  km nas vias e 40 km nos túneis. Receberão os equipamentos a entrada para o túnel da Romualdo Galvão; na Lima Silva, entre o viaduto Quarto Centenário e a Romualdo; na Prudente de Morais após a Miguel Castro e após a Av. Mor Gouveia; e o último antes de chegar ao túnel da Av. Mor Gouveia.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas