quarta-feira, 22 de maio, 2024
27.4 C
Natal
quarta-feira, 22 de maio, 2024

Dia D contra a Influenza tenta aumentar cobertura

Com baixa cobertura vacinal para Influenza, a campanha de vacinação contra a influenza ganhou um Dia D neste sábado (13). Em Natal, a Secretaria Municipal de Saúde manteve abertas unidades básicas de saúde em todas as regiões administrativas. Com 234 mil natalenses aptos a tomarem a vacina, apenas 25% se imunizaram, o que tem preocupado gestores em saúde na capital. No Rio Grande do Norte, cerca 1,3 milhão de pessoas estão aptas a se vacinarem, mas até a última divulgação da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) apenas 178 mil doses foram aplicadas em quase um mês de campanha, o equivalente a 13% do público alvo.

“A procura ainda está muito tímida, principalmente pelos grupos de risco que são os que mais precisam se vacinar, em especial idosos, crianças e gestantes. O Dia D de hoje acontece em todo o território nacional e acontece pela preocupação do Ministério da Saúde em estar vendo que há quase um mês do início da campanha sequer alcançamos 50%”, aponta Veruska Ramos, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI).

A campanha de vacinação contra a Influenza foi iniciada no 14 de março em Natal para grupos prioritários que possuemmaior risco do quadro da infecção pela doença evoluir para casos mais graves. O Dia D tambémnaconteceu em outros 166 municípios potiguares. Neste sábado ocorreu, ainda, a sexta edição do Participa Natal nos Bairros, na Escola Municipal Professor Carlos Bello Moreno, em Neópolis. Foram oferecidos diversos serviços para a população, como medição de glicose e sinais vitais, entre outros.

Quem esteve no local para atualizar a caderneta de vacinação foi o autônomo Lázaro Tavares, 61 anos. “Vim tomar todas as vacinas que tiver. A da covid falta apenas uma. Sempre tomo a vacina para não ter a doença lá na frente, melhor se cuidar antes do que depois”, disse.

Oportunidades

Aqueles que não se vacinaram durante o Dia D ainda terão outras oportunidades. Para se vacinar, os usuários da capital podem procurar uma das Unidades Básicas de Saúde ou um dos pontos extras de vacinação, localizados nos Shoppings Midway Mall e Partage Norte Shopping.

A campanha de vacinação contra a Influenza segue até o dia 31 de maio, podendo haver prorrogação ou não por parte do Ministério da Saúde. A meta é imunizar, pelo menos, 90% de cada um dos 17 grupos prioritários para a campanha, como crianças, gestantes, puérperas, idosos com 60 anos ou mais e povos indígenas, que no RN somam 1,3 milhão de pessoas.

“Só poderemos ter essa posição de abrir para o público geral depois de encerrada a campanha, porque o Ministério da Saúde sinaliza a possibilidade de prorrogação para o públicoalvo quanto a ampliação para outros públicos”, acrescenta Veruska Ramos.

Quem faz parte dos grupos prioritários deve se vacinar, mesmo se tiver tomado a dose contra a gripe no ano passado. A vacinação é anual. As crianças que vão receber o
imunizante pela primeira vez terão de tomar uma segunda dose no intervalo de 30 dias.

No país, a campanha teve início em março com a meta de vacinar 75 milhões de pessoas. A vacina em 2024 é destinada a proteger contra a Influenza A (H1N1), Influenza A (H3N2) e Influenza B.

Desde o início do ano até o dia 6 de abril, o Rio Grande do Norte teve 530 notificações de internações por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que inclui a influenza. Desse total, 28 casos de internações ocorreram por influenza, 25 casos por outros vírus respiratórios, 189 casos por vírus não especificados laboratorialmente e 179 casos encontram-se em investigação. Nesse mesmo período, foram registrados 64 óbitos por SRAG.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas