sábado, 25 de maio, 2024
29.4 C
Natal
sábado, 25 de maio, 2024

Obery mantém cronograma do 13º

O secretário de Planejamento do Estado, Obery Rodrigues, admite que a equipe de finanças do governo mantém uma avaliação diária sobre os recursos para o pagamento da segunda  parcela de 20% do décimo terceiro salário dos servidores, previsto para o próximo dia 18 de agosto. Por ora, o secretário preferiu não comentar possíveis alterações no cronograma anunciado. “Já dissemos das dificuldades e dos pagamentos projetados, que se mantém”, pontuou.
Com o crescimento do pagamento da folha de pessoal, Estado está no limite prudencial de 48,91%
Este ano, a primeira parcela do 13º salário (equivalente a 40%) foi fracionada em duas vezes, com o primeiro pagamento (20%) depositado no último dia 16. Há quase 20 anos, ao longo do ano, o adiantamento da parcela do 13º salário (40%) no Estado, ocorre em junho.

#SAIBAMAIS#O Estado está no limite prudencial de 48,91% contido no limite legal da Lei de Responsabilidade Fiscal, de acordo com o Relatório resumido da execução orçamentária do Estado, do primeiro quadrimestre de 2014 – segundo a Secretaria do Tesouro Nacional. O relatório foi publicado no Diário Oficial do Estado, no final de maio.

O  parcelamento foi a solução encontrada pelo Governo do Estado, num “esforço adicional do Governo” como classificou o secretário de  Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues. O pagamento será feito às custas da redução da capacidade de investimentos e de despesas com o custeio” da máquina. Cada parcela do adiantamento do benefício representa um impacto na folha de pessoal de R$ 55 milhões.

Obery preferiu não comentar a implantação do reajuste do subsídio da Polícia Militar – sancionado pela governadora após retorno da paralisação da categoria – com primeira parcela de 6% prevista  para  setembro deste ano, é um dos incrementos em folha que poderá ficar comprometido. Vantagens como a licença premium – afastamento remunerado após cinco anos de serviço – foi negado aos profissionais da saúde, este ano.

O coordenador geral do Sindicato dos Trabalhadores da Administração Indireta, José Nilson acredita que o governo manterá o pagamento da segunda parcela (20%) referente ao adiantamento do 13º salário, no próximo dia 18 de agosto. “O Estado vem fazendo um provisionamento e como já foi anunciado, não deverá sofrer alterações”, disse ele.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas