terça-feira, 20 de fevereiro, 2024
26.1 C
Natal
terça-feira, 20 de fevereiro, 2024

Drenagem e engorda de Ponta Negra devem começar até fim do semestre, diz secretário

- Publicidade -

A Prefeitura de Natal deve iniciar a obra de drenagem e engorda da praia de Ponta Negra até o final do primeiro semestre deste ano. De acordo com o titular da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) de Natal, Thiago Mesquita, os processo licitatório já estão em andamento e após a contratação dos projetos a pasta vai solicitar a Licença de Instalação e Operação (LIO) junto ao Idema. A declaração foi dada pelo secretário nesta sexta-feira (9), em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News Natal.

De acordo com Thiago Mesquita, no momento, a Prefeitura aguarda o retorno do Governo Federal para conseguir o acréscimo de R$ 32,5 milhões para as obras. Isso porque o projeto inicial é de 2014 e, ao longo dos últimos anos, o valor ficou defasado. “Nós apresentamos o plano de trabalho, fizemos a justificativa e tudo aquilo do ponto de vista técnico, científico e legal, que é necessário, e veio uma recomendação da Defesa Civil de complementação de 13 itens”, esclarece.

Ele esclarece que um dos principais pontos a serem esclarecidos, entre os pedidos do Governo Federal, se refere a durabilidade da capacidade do aterro hidráulico para impedir que a dinâmica costeira na praia de Ponta Negra encoste no calçadão da praia. As respostas foram realizadas pela equipe de engenharia da Secretaria de Infraestrutura (Seinfra), contratante dos projetos, e aguardam um novo retorno da Defesa Civil Nacional.

Os processos de licitação para drenagem e engorda já estão em andamento e as obras irão acontecer em consonância. Os projetos, vale lembrar, integram três grandes obras voltadas à Praia de Ponta Negra, sendo a primeira delas o complemento da engorda que já foi concluída. “Contratando os projetos, já vamos solicitar ao Idema a Licença de Instalação e Operação (LIO)”, complementa Thiago Mesquita . Ele lembra que a LIO é menos complexa que a LP e não deve demorar mais que 60 dias para ser liberada.

No que se refere aos serviços de drenagem, ele assegura que não trata-se de um serviço complexo. “A gente não vai fazer uma nova drenagem, nós vamos adaptar a que existe lá em um processo de suavização, vai diminuir a energia potencial gravitacional. Então, a altura em que a água desce vamos conseguir fazer uma suavização dessa descidas e um espraiamento na chegada até a Praia. [Isso significa] que ao em vez de chegar uma boca grande de 1 metro de diâmetro , vai chegar seis pequenas bocas”, afirma. Caso a LIO seja concedida no primeiro semestre do ano, Natal deve estar com as obras concluídas ou muito próximas da conclusão até o fim deste ano.

Leia mais:

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas