quinta-feira, 18 de abril, 2024
26.1 C
Natal
quinta-feira, 18 de abril, 2024

Prefeitura de Natal decreta situação de emergência para a dengue

- Publicidade -

A Prefeitura de Natal decretou, neste sábado (02), situação de emergência em virtude do aumento de casos de dengue e o contexto de epidemia já vivenciado no município. São 692 casos registrados pela Secretaria de Saúde (SMS), que anunciou uma série de medidas para conter o avanço da doença. A situação de epidemia já é uma realidade em Natal, segundo a prefeitura, que tem monitorado a curva de crescimento de casos em 2024 em relação a anos anteriores.


Segundo informações da SMS Natal, desde as últimas semanas foi instaurado o Gabinete de Crise da Prefeitura para discutir perspectivas e ações. A declaração de situação de emergência foi publicada em edição especial do Diário Oficial do Município deste sábado e autoriza a prefeitura a promover contratações e compras em caráter emergencial por um período de 90 dias.


“Constatamos quase 700 casos de dengue, o que se configura uma epidemia. Decretamos estado de emergência, convocamos o Gabinete de Crise e várias secretarias para atuar de maneira integrada. O secretário de saúde já está estabelecendo metas, prioridades e a forma de enfrentamento a essa epidemia. É uma doença grave e precisamos tomar todas as medidas necessárias para fazer o enfrentamento e proteger a população de Natal. A prefeitura já recolheu mais de 150 mil pneus nas ruas nas últimas semanas. Fazemos um apelo à população para que contribua e evite as poças de água em suas casas e em suas ruas”, declarou o prefeito de Natal, Álvaro Dias (Republicanos).


Segundo o secretário de Saúde de Natal, George Antunes, a prefeitura já tem colocado em ação três carros fumacês nos bairros de maior incidência de casos, como Pajuçara, Nossa Senhora da Apresentação, Lagoa Azul, Redinha, Igapó, Felipe Camarão, Nazaré, Dix Sept Rosado, Santos Reis, Areia Preta e Tirol. A prefeitura pretende comprar repelentes para distribuir entre a população nos bairros com casos mais incidentes.


“Estamos atualizando o plano de contingência para as arboviroses. Essa é uma ação que envolve todo o secretariado da prefeitura e a população, além de indiretamente o trabalho importante da imprensa, de informar o cidadão. A principal ação hoje é conscientizar o quadro real das arboviroses para os natalenses. Precisamos que a população nos ajude no combate ao mosquito. De 70 a 75% dos focos de mosquito estão dentro das residências. Só quem pode nos ajudar nisso é a própria população”, disse George Antunes.


O secretário fez um apelo ainda para que a população vá às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) para se vacinar contra a dengue. Das 18 mil doses disponíveis, apenas 4,7 mil foram aplicadas num intervalo de duas semanas.

Semana de Combate às arboviroses

Além disso, a prefeitura está participando da Semana Nacional de Mobilização ao Combate às Arboviroses, que começou neste sábado e segue até o próximo dia 09 de março, intensificando o combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti, responsável por doenças como Dengue, Zika e Chikungunya.


“Durante essa semana, vamos intensificar as ações de combate ao Aedes aegypti, incentivando que as pessoas fiquem atentas e verifiquem locais que possam acumular água, principalmente neste período em que estamos observando um aumento nas chuvas no nosso município. Cada um, fazendo sua parte, podemos evitar que a doença se alastre”, comenta o secretário municipal de saúde, George Antunes.


As atividades começam na edição de março do Projeto Participa Natal, onde a equipe da Unidade de Vigilância de Zoonoses (UVZ) estará com estandes educativos, com mostra do ciclo de vida do mosquito Aedes aegypti, além de realização de bloqueio focal no entorno do prédio em que a ação será realizada.


Durante a semana acontecerão diversas atividades de prevenção às doenças nos cinco distritos sanitários, como caminhada de conscientização ao combate às arboviroses em seus territórios; atividades em unidades de saúde selecionadas levando em consideração densidade vetorial e número de casos prováveis detectados na região, Estas unidades receberão as equipes e haverá ações de educação com estandes montados em suas dependências, bloqueio focal no seu entorno e a presença do grupo do teatro Xô Mosquito, conscientizando de forma lúdica o combate às doenças; entre outras atividades.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas