segunda-feira, 15 de abril, 2024
26.1 C
Natal
segunda-feira, 15 de abril, 2024

Álvaro Dias faz a última mensagem ao legislativo

- Publicidade -

A Câmara Municipal de Natal (CMN) abre a 4ª Sessão Legislativa da 19ª Legislatura, na tarde desta quinta-feira (15), com a leitura da mensagem anual do prefeito Álvaro Dias (Republicanos), a sexta e a última do mandato iniciado em abril de 2018 depois da renúncia do então prefeito Carlos Eduardo Alves para disputar o governo do Estado. O texto vai ter foco na prestação de contas e anúncio de projetos e conclusão de obras para 2024.


O presidente da CMN, vereador Ériko Jácome (MDB), inicia a sessão às 15 horas para leitura da mensagem do chefe do Executivo diante dos 29 vereadores. O texto final estava sendo fechado ainda na manhã da quarta-feira de Cinzas (4), aguardando o aval do prefeito Álvaro Dias, que participava do encerramento do Carnaval na Redinha.


A TRIBUNA DO NORTE ouviu integrantes das bancadas da situação e da oposição sobre expectativas do pronunciamento do prefeito, a maioria preocupada com a finalização de obras em andamento nas quatro regiões de Natal.


“Particularmente, espero que faça um balanço de sua gestão em todas as áreas e que se tenha perspectiva de conclusão de obras fundamentais, que estão sendo tocadas, como é o caso do terminal turístico da Redinha, a engorda da praia de Ponta Negra e obras viárias levadas adiantes em toda a cidade”, declarou o vereador Felipe Alves (União Brasil).

Já a vereadora Camila Araújo (União Brasil) disse “ter expectativa maior sobre as obras estruturantes que estão sendo tocadas pela prefeitura, sobretudo nas regiões que mais esperaram por essas intervenções, como a zona Oeste, como é o caso do Km-06 e as obras que fazem parte da nova avenida Felizardo Moura, que têm provocado muitos impactos para a população daquele entorno e que há uma expectativa muito grande de que sejam concluídas no prazo”.

Camila Araújo acredita que “uma sinalização positiva do prefeito nesse sentido vai trazer um alívio muito grande para o natalense que mora, em especial, nas zonas Oeste e Norte da cidade e que precisam dessas vias para trabalhar e se locomover pela capital”.

O vereador Robson Carvalho (União Brasil) disse esperar que o prefeito “inclua de maneira mais enfática ações relacionadas à causa animal e à empregabilidade dos jovens. Essas são bandeiras que merecem destaque e não podem ser esquecidas pelo executivo municipal”.

Para o vereador Raniere Barbosa (sem partido), a mensagem do chefe do Executivo deverá vir com dois componentes, primeiro “fazer uma prestação de contas do que o gestor tem realizado e a outra são projetos de planejamento a serem executados no exercício do ano em que está sendo lida a mensagem”.

Raniere Barbosa entende que por ser o último ano como prefeito, Dias “vai fazer uma prestação de contas do seu quadriênio e vai também dizer quais as obras que serão apresentadas ainda neste exercício de 2024 e as que estarão a serem conclusas, apresentar como ele vai entregar Natal para a próxima gestão”.

O vereador Kleber Fernandes (PSDB) afirma crer que “teremos destaque as conquistas alcançadas ao longo dos últimos anos, com grande avanço nas obras estruturantes, garantindo o desenvolvimento da capital.
O vereador Aldo Clemente (PSDB) avalia que o prefeito, além de fazer prestação de contas do mandato atual, que trouxe grandes obras para a capital do estado, vai expor, principalmente, as expectativas para 2024: “Temos importantes projetos em andamentos que o prefeito contará com a parceria do Legislativo para que sejam concluídos, em especial a engorda de Ponta Negra que será responsável por uma verdadeira revolução em nosso turismo”.

A vereadora Margarete Régia (PROS) destaca como expectativa com relação a mensagem anual do prefeito, “a importância de propostas concretas para os desafios enfrentados pela cidade, esperando que a mensagem contribua para o avanço de Natal, deixando um legado positivo para as futuras gerações”.

Bem sucinto, o vereador Klaus Araújo (PSDB) acha que o prefeito “tem feito um bom trabalho”, o que será mostrado na mensagem anual, como “também que o ano será de muitos desafios”.

A expectativa do vereador Herbeth Sena (PSDB), é de que a mensagem “venha com mais investimento para a nossa cidade, venha anunciando mais obras, conclusão dessas obras, que são muitas obras, tudo seja concluído até dezembro de 2024”.

“Estamos preocupados e ao mesmo tempo ansiosos para que Natal possa receber esse canteiro de obras que está sendo realizado e a população seja beneficiada com tudo isso”, acrescentou Sena.

O vereador Dickson Júnior (PSDB) aguara que o prefeito “traga datas para a conclusão de obras estruturantes, fundamentais para os natalenses e para o turismo, que é nossa principal atividade econômica”.

Dickson Júnior declara, ainda, “estar realmente preocupado com a queda dos nossos indicadores que nos deixam em desvantagem com relação às capitais do nordeste no recebimento de visitantes”. Então, segundo ele, a população cobra “a concretização dos investimentos no Complexo da Redinha, Pedra do Rosário, Praia do Meio, engorda de Ponta Negra, entre outras obras que foram licitadas ou iniciadas”.

Já a vereadora Brisa Bracchi (PT) espera que “ao menos dessa vez, não fique só no discurso. Já fazem seis anos que ele promete a licitação do transporte público na cidade, por exemplo, e até agora não saiu”.

O vereador Robério Paulino (PSOL) diz ter pouca expectativa sobre a mensagem: “O prefeito Álvaro Dias segue representando a antiga politica, o velho clientelismo, e serve antes de tudo ao grande empresariado da cidade, não à população mais pobre”.

Paulino questiona porque Natal continua com uma das frotas de ônibus mais velhas do Nordeste, sem ar-condicionado, com uma passagem igualmente cara, com linhas insuficientes para atender a população, especialmente nos horários de ida e volta do trabalho?”

“Após quase seis meses de renovação da isenção de impostos aos empresários (dinheiro que poderia estar sendo investido na criação de uma Empresa Pública de Transporte em Natal, como eu propus) o que mudou no transporte coletivo da cidade?”, reclamou.

Segundo Paulino, Natal está “ficando rapidamente atrás de outras capitais do Nordeste em relação à sua modernização. Toda essa falta de estrutura tem a ver com a limitação e a falta de visão, de gestões como a atual”.

A vereadora Ana Paula (SD) resume que “espera-se posicionamentos claros a respeito de promessas feitas em campanha e ainda não cumpridas, como por exemplo, a licitação do transporte”.

Encontro na zona Oeste teve como temas a folia e a política – Foto: Reprodução/Redes sociais

Prefeito segue indefinido para escolha do sucessor

O prefeito de Natal, Álvaro Dias (Republicanos) faz a leitura da última mensagem ao legislativo nesta quinta-feira (15), sem ter um nome definido à sucessão da atual administração.


Mas o carnaval promoveu o reencontro do prefeito Álvaro Dias (Republicano) com Paulinho Freire, deputado Federal (União Brasil) e pré-candidato a prefeito de Natal.


Na segunda-feira (12) no Nazaré Folia, na zona Oeste da Cidade, os dois tiveram rápido encontro e o vereador Aroldo Alves (PSDB) provocou o prefeito para que este anunciasse logo o apoio ao nome de Paulinho para que todos ficassem juntos em 2024.


Álvaro teria respondido que a definição só irá acontecer no mês de maio. Até lá muitas conversas com os pré-candidatos e partidos políticos. Presente no encontro a vereadora Nina Souza (PDT), esposa de Paulinho, postou a foto no Instagram com a legenda: “diálogos significativos”.


Participaram do breve encontro: além da própria Nina e Aroldo Alves; Felipe Alves (União Brasil), Klaus Araújo (PSDB) e a secretária municipal de Planejamento, Joanna Guerra, pré-candidata a prefeita de Natal.

ENCONTRO
O prefeito de Natal, Álvaro Dias e o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo (PSD), pré-candidato a prefeito, tiveram uma nova conversa antes da folia de momo.


Segundo interlocutores, o prefeito escutou da boca de Carlos Eduardo que: “ganho com você ou sem você”.
A fala de Carlos Eduardo colocou uma dúvida na cabeça do prefeito de Natal em apoiar o ex-prefeito e se este compartilharia a gestão após uma possível vitória. Ao contrário de encontros anteriores, Álvaro não teria gostado da conversa.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas