terça-feira, 23 de abril, 2024
27.1 C
Natal
terça-feira, 23 de abril, 2024

Com presença de Bolsonaro, PL lança plataforma no RN

- Publicidade -

Anfitrião das lideranças nacionais do PL que estiveram por três dias em Natal, senador da República, Rogério Marinho, explicou que o lançamento da plataforma de internet da Academia Brasileira de Política Conservadora, ocorrido na sexta-feira (01), foi “um momento decisivo” para o Rio Grande do Norte e para o país: “Significa que aqueles que acreditam no Brasil continuam de pé e fortes, que mostram isso nas ruas e nas cidades por todo o país”.


Ao lado de Jair Bolsonaro, o senador Rogério Marinho destacou, depois das andanças por Ponta Negra, Ceasa, Zona Norte e outras áreas de Natal e cidades vizinhas, as manifestações de receptividade em relação ao ex-presidente. “É impressionante, a gente tem que testemunhar pra poder acreditar, o carisma, o carinho, a atenção, a gratidão e o amor que o povo tem para com o nosso presidente Jair Bolsonaro”, atestou o parlamentar.


Rogério Marinho também agradeceu ao presidente nacional do PL, Valdemar Costa Neto, pelo apoio que tem dado ao projeto da Academia Política Conservadora “e sobretudo a lealdade que tem demonstrado a Bolsonaro” e ao fato de se estar construindo um partido, que “hoje representa a direita no Brasil”, mas precisa, permanentemente, de um trabalho como está sendo feito agora, como o instrumento da Academia Conservadora.


“`Às vezes nos deparamos com alguém que vem com verdades prontas e palavras de ordem, narrativas que são baseadas na mentira e na difamação, e nós precisamos ter instrumentos, a ferramenta, o conhecimento para fazermos o debate de forma apropriada”, alertou Marinho, de maneira que “de forma apropriada o que representa a civilização ocidental”.


Rogerio Marinho disse, ainda, que o PL constitui-se no autêntico partido de direita no Brasil, pois nas eleições de 2018 haviam 37 partidos com representação no Câmara dos Deputados em Brasília, agora baixaram para 14 em virtude da nova legislação partidária e eleitoral, e em 2026 devem chegar a dez partidos e já em 2030, devem sobreviver seis partidos políticos no país – “e a direita somos nós, aqueles que defendem o Brasil somos nós”.


Para Marinho, “isso tem de ficar claro para a sociedade brasileira na hora se escolher seus representantes, não escolherem apenas Jair Bolsonaro presidente da República de novo, mas também senadores e deputados deputados federais para dar governabilidade necessária pra fazermos governo que o Brasil merece, precisa e morre de saudade”.


O ex-presidente Jair Bolsonaro foi o último a discursar, chamando a atenção das pessoas para a necessidade de participação na política que “é coisa séria, o destino de cada um, queiram, quer não, está ligado à política”.


Bolsonaro afirmou, ainda, que costuma dizer que pessoas privilegiadas por terem mandados eletivos, podem decidir o futuro de um município, do Estado ou do nosso Brasil. “Uma não tem mandato, mas é o mais importante no partido, que é ser um presidente, o nosso Valdemar da Costa Neto. Quando conversamos lá atrás. procuramos nos entender quais objetivos dele, quais meus objetivos e aquilo que casa com o futuro do nosso Brasil. E entrei no partido. Agradeço a ele por ter me acolhido”, disse.


“De outra parte, ajudei o partido também. Somos o maior partido aqui do Brasil no momento. Mas não basta ser maior. Nós temos que ter um norte”, destacou Bolsonaro, apontando o conservadorismo como a saída para o Brasil.


A Academia Brasileira de Política Conservadora criada para fomentar e disseminar os princípios do conservadorismo e liberalismo no país será toda semana modificado, com artigos pessoais de pensamento conservador. A academia surge como uma resposta à crescente demanda por uma representação mais robusta do pensamento conservador na esfera pública e intelectual do Brasil.


O projeto visa atender não apenas líderes e militantes políticos, mas também o cidadão comum interessado em compreender e engajar-se com as ideias conservadoras.


Além de produzir seu próprio conteúdo, a academia planeja estabelecer parcerias estratégicas com organizações e movimentos alinhados aos seus princípios, como o Brasil Paralelo, para enriquecer ainda mais seu repertório educativo. A iniciativa é vinculada ao Instituto Alvaro Valle, fundação do Partido Liberal, que reforça seu compromisso com a promoção dos valores conservadores no Brasil.

Conteúdo
O conteúdo disponibilizado pela plataforma incluirá vídeos educativos abordando temas históricos e contemporâneos, desde o genocídio comunista até a análise da guerra cultural no Brasil, além de explorar os fundamentos, valores e princípios do conservadorismo e liberalismo. A academia também oferecerá links para recursos adicionais, como palestras e discussões do PL Mulher e PL Jovem, visando aprofundar o entendimento e o engajamento com os princípios conservadores.

Serviço
A plataforma da Academia Brasileira de Política Conservadora pode ser acessada pelo site:
https://institutoalvarovalle.maestrus.com/academiabrasileiradepoliticaconservadora/

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas