sábado, 25 de maio, 2024
29.4 C
Natal
sábado, 25 de maio, 2024

Documento deve ser lido hoje na Assembleia

O  pedido de impeachment e afastamento imediato da governadora Rosalba Ciarlini deverá ser lido na sessão desta terça-feira, dia 29, da Assembleia legislativa. Os deputados terão conhecimento das acusações que embasam a solicitação entregue pelo Movimento Articulado de Combate a Corrupção (Marcco), na última quinta-feira, dia 24, antes do documento seguir para análise da Comissão de Constituição e Justiça.  A chefe do Executivo estadual é acusada de não cumprir decisões judiciais e não atender as demandas básicas da população.

Somente após a leitura, explica a procuradora-geral da AL, Rita das Mercês, o documento será publicado no Diário Oficial e o presidente da AL, deputado Ricardo Motta, poderá designar um relator entre os cinco integrantes da CCJ, hoje presidida pelo deputado Hermano Moraes (PMDB).

#SAIBAMAIS#A CCJ é encarregada de analisar se o pedido atende as formalidade e se é admissível. Caso seja acatado, o pedido segue para votação em plenário. Do contrário, é arquivado.

O documento entregue na Assembleia possui 152 páginas e aponta uma série de supostas ilegalidades que estariam sendo praticadas pela governadora Rosalba Ciarlini. E lista denúncias já feitas pelo Ministério Público Estadual contra governadora Rosalba Ciarlini, como é o caso do não repasse integral das parcelas do duodécimo para as instituições.

Há também destaque para as condenações feitas pela Justiça Eleitoral contra chefe do Executivo, em denúncias sobre o suposto abuso de poder político e econômico no pleito municipal de Mossoró em 2012.

O Movimento, integrado por representantes de 25 entidades, justifica a medida como “quadro de absoluto desgoverno na sua gestão e do não atendimento das necessidades da população”.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas