segunda-feira, 15 de abril, 2024
26.1 C
Natal
segunda-feira, 15 de abril, 2024

Lula passeia com Janja pelas pirâmides de Gizé

- Publicidade -

Enquanto o Brasil enfrenta um surto de dengue e a segurança pública passa por sua primeira crise sob a gestão de Ricardo Lewandowski, Lula e Janja aproveitam a viagem ao Egito para conhecer as pirâmides de Gizé. O presidente brasileiro também deve levar a primeira-dama ao Grande Museu do Egito, assim como fez há 20 anos, com sua ex-esposa Marisa Letícia. Essa é a primeira viagem internacional do petista em 2024 e a segunda viagem oficial ao continente africano.


Segundo o Itamaraty, Lula deve abordar problemas relacionados ao conflito entre Israel e Hamas. Deverão também ser assinados acordos bilaterais nas áreas de bioenergia e ciência, tecnologia e inovação. Mudança climática e reforma das organizações internacionais são outros prováveis temas de discussão. Deverão também ser assinados acordos bilaterais nas áreas de bioenergia e ciência, tecnologia e inovação.

ÁFRICA
Lula desembarcou nesta quarta-feira, 14, na cidade do Cairo, no Egito, para o início de uma viagem de cinco dias pelo continente africano. Na quinta-feira, 15, Lula irá se reunir com o ditador egípcio Abdel Fattah al-Sisi e fará uma visita à Liga Árabe para se reunir com o secretário-geral da organização, Ahmed Gheit.


O presidente também irá a Addis Abeba, capital da Etiópia, onde deverá para participar da cúpula da União Africana e participar de encontros bilaterais, reuniões bilaterais e participa como convidado da 37ª Cúpula de Chefes de Estado e Governo da União Africana, entidade que reúne as 55 nações da África.


Além de Lula e Janja, integram a comitiva do Brasil no Egito o chanceler Mauro Vieira, o assessor especial de Lula Celso Amorim e a ministra da Ciência e Tecnologia, Luciana Santos.

SURTO
De acordo com o Painel de Monitoramento de Arboviroses do Ministério da Saúde, o Brasil registrou pelo menos 512 mil casos prováveis de dengue em 2024. Além disso, o número de óbitos confirmados pela enfermidade chega a um total de 75, enquanto outras 340 mortes suspeitas seguem em investigação.


O Distrito Federal é a unidade federativa com maior coeficiente de incidência de dengue do país. São 2.286,2 casos prováveis para cada 100 mil habitantes.

CRISE
Dois presos conseguiram fugir da Penitenciária Federal de Mossoró, localizada na região Oeste do Rio Grande do Norte, na manhã desta quarta-feira, 14. Essa é a primeira vez que uma fuga é registrada no sistema penitenciário federal, que conta com cinco presídios de segurança máxima em todo o país.
A fuga abre a primeira crise para Ricardo Lewandowski no Ministério da Justiça. Ele assumiu a pasta em 1º de fevereiro no lugar de Flávio Dino.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas