quinta-feira, 15 de fevereiro, 2024
26.1 C
Natal
quinta-feira, 15 de fevereiro, 2024

Secretário deve deixar Semurb para disputar cargo de vereador

- Publicidade -

O Secretário de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), Thiago Mesquita, deve deixar em março a posição de titular da pasta para concorrer às eleições municipais. Ele afirma que já tem dialogado com o Prefeito da capital, Álvaro Dias, e pretende representar a população natalense no cargo de vereador da Câmara Municipal. A declaração foi dada nesta sexta-feira (9), em entrevista ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News Natal.

Segundo Mesquista, todo o trabalho realizado à frente da Semurb teve um impacto significativo na gestão financeira dos recursos direcionados à pasta. “Acabamos com os desvios de função, reduzimos os contratos para adaptar valores de prestação de serviços e estamos hoje com a Secretaria completamente autônoma que tem ajudado, inclusive, o município”, afirmou. Ainda, de acordo com ele, outros projetos como o Plano Diretor de Natal também foram conquistas importantes para o município.

Por conta disso, com a proximidade das eleições municipais, ele está disposto a ‘dar um passo a mais’ para representar a população natalense na Câmara de Natal, representando o partido Republicanos. “É possível que no final de março, ou começo de abril, eu tenha que deixar a secretaria para cumprir os prazos legais da Justiça Eleitoral”, confirmou Thiago Mesquita .

Calendário Eleitoral

Os prazos para a desincompatibilização, que variam de acordo com a função ocupada pela pessoa interessada e a vaga a qual ela pretende concorrer, são calculados considerando a data do primeiro turno das eleições, que, neste ano, será no dia 6 de outubro.

Assim, os secretários municipais – ou membros de órgãos congêneres – que quiserem concorrer a uma vaga de vereador devem se afastar seis meses antes do pleito. Já para a vaga de prefeito ou vice-prefeito, o prazo para os secretários municipais (incluídos aqui também os secretários estaduais) se desligarem do cargo é de quatro meses.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas