quinta-feira, 18 de abril, 2024
26.1 C
Natal
quinta-feira, 18 de abril, 2024

Fuga de detentos do presídio federal de Mossoró entra no quinto dia; veja resumo do caso

- Publicidade -

Mais de 300 agentes de segurança continuam na busca pelos dois detentos foragidos, Rogério da Silva Mendonça, de 35 anos, e Deibson Cabral Nascimento, de 33 anos, que fugiram da penitenciária federal de Mossoró na última quarta-feira (14). Neste domingo (18), chega ao quinto dia de procura aos dois fugitivos.

Além dos agentes de segurança estaduais e federais, há também helicópteros e cães farejadores. A última vez que os dois detentos foragidos foram vistos foi na sexta-feira (16) quando invadiram uma casa e fizeram a família de refém.

FUGA

Na quarta-feira de cinzas (14), a fuga foi registrada, se tornando a primeira do sistema de segurança máxima das prisões federais. De acordo com as informações divulgadas, os presidiários fugiram da cela por um buraco durante a madrugada e saíram pelo alambrado que cerca a unidade de segurança máxima.

FALHAS

Câmeras desligadas e falhas na iluminação estão entre os fatores listados nesta quinta-feira (15) pelo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski, para explicar a fuga de dois detentos na unidade federal de Mossoró, que se configurou como a primeira fuga de um presídio de segurança máxima no Brasil, registrada na última quarta-feira (14).

BUSCA

Segundo as autoridades que estão atuando na procura dos fugitivos, os dois estão em um raio de 15 km do presídio federal. Dessa forma, toda a área está sendo vasculhada. Pela manhã desta sexta-feira (16), pegadas e possíveis roupas dos detentos foram encontradas pelos policiais.

INVASÃO

Os dois fugitivos invadiram uma casa e fizeram uma família refém na noite da sexta-feira (16). De acordo com uma fonte da polícia, os fugitivos chegaram à residência por volta das 20h e ficaram até a meia-noite. A dupla se alimentou no local, se identificou aos moradores e pediu para ver o jornal na televisão. Em seguida, eles levaram os celulares das vítimas e seguiram a fuga.

A casa invadida fica a 3 km da Penitenciária Federal de Mossoró. 

MEDIDAS

O Ministério da Justiça e Segurança Pública prorrogou as restrições em presídios federais até a próxima quarta-feira (21). A medida, que tem validade a partir deste sábado (17), suspende banhos de sol, visitas sociais e atividades educionais, de trabalho e religiosas.

A portaria que estabelece as restrições no período foi publicada nesta sexta-feira (16) pela Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen), do Ministério da Justiça.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas