segunda-feira, 17 de junho, 2024
28.1 C
Natal
segunda-feira, 17 de junho, 2024

Investimento de R$ 128 milhões promete restaurar 242,9 km de estradas do RN

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra, assinou, nesta sexta-feira (24), na sede da Prefeitura de Goianinha, a ordem de serviço para restauração de 242,9 km de estradas, o que representa um investimento de R$ 128 milhões em obras rodoviárias. As obras vão recuperar a RN-003, estrada de Pipa/RN; RN 221, que conecta a BR 101 a São Miguel do Gostoso; RN-120; RN-063; RN-317; RN-051, entre a BR-406 e o município Poço Branco; RN-403, em Macau; RN-063, que percorre 19 km no município de Nísia Floresta até alcançar a praia de Barra de Tabatinga; RN-312, Macaíba – Igreja Nova; e a rodovia de acesso entre a BR 101 e a região de Maracajaú.

Gustavo Coelho, secretário estadual da Infraestrutura, esclareceu que o governo já assinou o lote 1, e as obras já começaram. O lote 2 também foi assinado, e hoje foi assinado o lote 3, em Goianinha. Segundo o secretário, este lote corresponde à faixa do litoral e agreste do estado do Rio Grande do Norte, cobrindo três distritos rodoviários: o Distrito 3, com sede em João Câmara; o Distrito 4, com sede em Nova Cruz; e o Distrito 5, com sede em Natal.

Segundo a governadora Fátima Bezerra, a recuperação das rodovias reforça a infraestrutura viária e impulsiona o desenvolvimento econômico estadual, ao melhorar a experiência dos turistas no acesso aos principais destinos turísticos potiguares. “Nesse lote 3 são 243 km que, somados ao lote 1 e ao 2, só nessa primeira etapa, nós vamos recuperar quase 800 km, fazendo o investimento da ordem de R$ 428 milhões. Não é pouca coisa, se você considerar que há 20, 30, 40 anos não se fazia um investimento desse porte”, declara a governadora.

Conforme o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RN), uma das obras contempladas é a recuperação da RN-003, a estrada da Pipa. O trecho é essencial para o acesso à praia de Pipa, um dos destinos turísticos mais famosos do estado.

A prefeita de Goianinha, Nira Galvão, afirmou que a obra vai beneficiar as duas cidades, Goianinha e Tibau do Sul, para toda a rota turística.

Outro destaque é a restauração da RN 221, que conecta a BR 101 a São Miguel do Gostoso. Com 15,9 km de extensão, a restauração vai permitir melhor acesso à região de São Miguel do Gostoso.

No IV Distrito Rodoviário, que abrange a região de Nova Cruz, as obras incluem, além da RN-003, as rodovias RN-023 e a RN-092, RN-093 e RN-269, sendo esta última a ligação entre as cidades de Passa e Fica e Serra de São Bento.

Além disso, as melhorias também beneficiam o tráfego entre os municípios da Baixa Verde potiguar, com a restauração da RN-051 (entre a BR-406 e o município Poço Branco) e a RN-403, em Macau, que vai melhorar o trecho entre as comunidades barreiros e Diego Lopes, que também é um importante corredor turístico do Litoral Norte potiguar.

No V Distrito Rodoviário, que contempla a Região Metropolitana, o projeto de restauração abrange importantes rodovias que facilitam o acesso às praias do litoral Sul, como a RN-063, que percorre 19 quilômetros no município de Nísia Floresta até alcançar a praia de Barra de Tabatinga.

As obras também incluem a RN-312 (Macaíba – Igreja Nova), com 12 km. Além disso, a rodovia de acesso entre a BR 101 e a região de Maracajaú, com 8 km, vai receber melhoria asfáltica.

Presente na solenidade em Goianinha, Antônio Neto, presidente da ABAV/RN, destacou a importância da obra para o turismo do estado. “Ficamos quase 30 anos esperando a obra dessa magnitude. Agradeço o esforço do governo estado, da governabilidade, em entender a importância desses caminhos do turismo, e estamos falando de conectar mar, serra, sertão, isso é a interiorização do turismo”, diz.

“É uma obra muito importante, não só para o turismo, mas para toda a população. O turismo é essa máquina que abrange todos os negócios, então quero agradecer à governadora, à Natécia e à Gustavo – a todos que colaboraram para que pudéssemos ter essas novas vias”, afirma Deca Bolonha, representante do Sindetur (Sindicato das Empresas de Turismo do RN).

Atualmente, o Rio Grande do Norte conta com três lotes de projetos de restauração viária em curso. No último dia 9 de maio, houve a assinatura da segunda ordem de serviço para recuperação de estradas. Nesta etapa, os serviços abrangem mais de 300 km de rodovias.

Financiado por recursos da primeira parcela do empréstimo no âmbito do Plano de Promoção do Equilíbrio Fiscal (PEF), no valor de R$ 428 milhões, o programa de restauração de rodovias contempla quase 800 km de estradas nos sete distritos rodoviários do Estado.

A primeira ordem de serviço foi para o Lote 1, totalizando 210 km, nos distritos de Mossoró e Pau dos Ferros, foi assinada em 3 de maio. O terceiro lote tem 242,9 km.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas