terça-feira, 18 de junho, 2024
25.1 C
Natal
terça-feira, 18 de junho, 2024

Ministério da Saúde vai destinar R$ 847 mil para projeto de Farmácias Vivas no RN

O Ministério da Saúde vai investir R$ 847,4 mil em projeto de Farmácias no Rio Grande do Norte. A ação tem como objetivo assegurar o acesso de usuários da rede pública de saúde a fitoterápicos com qualidade, segurança e efetividade. Além disso, a estratégia prevê a promoção e o reconhecimento de práticas populares e tradicionais de uso de plantas medicinais e fitoterápicos.

A Secretaria Estadual de Saúde foi contemplada por meio de um projeto a ser realizado em articulação com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte e o Hospital Geral João Machado (HGJM). Para além da produção de fitoterápicos e do objetivo de ser um núcleo de disseminação da fitoterapia para o estado, o projeto integra ações de terapia ocupacional, saúde mental e bem-estar nos ambientes de cultivo, dentro do HGJM, explorando todos os recursos terapêuticos possíveis aos projetos de farmácias vivas.

O recurso destinado ao projeto será utilizado no financiamento de cada ação de acordo com os sete eixos estruturantes e prioritários: articulação, cultivo, processamento, preparação, controle de qualidade, dispensação e capacitação. A publicação da Portaria de Habilitação dos Municípios e Estados selecionados no Diário Oficial da União (DOU) sairá a partir de 27 de maio.

O que são farmácias vivas?

As farmácias vivas são serviços de saúde instituídos no SUS que englobam todas as etapas da produção de fitoterápicos, começando pelo cultivo da planta medicinal e avançando até a preparação e dispensação do produto acabado, seguindo todas as normas e regulamentações para produção de medicamentos, com garantia de segurança e efetividade aos usuários da rede pública de saúde.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas