sábado, 22 de junho, 2024
24.1 C
Natal
sábado, 22 de junho, 2024

Arena das Dunas inspira artistas

A medida que a Copa do Mundo se aproxima, pipocam propostas que visam promover maior inserção da arte e da cultura potiguar ao contexto do evento esportivo. E é com esse objetivo que a Fundação José Augusto, aproveitando a celebração em torno do Dia do Artista Plástico, lançou na quarta-feira, no canteiro de obras do estádio Arena das Dunas em Lagoa Nova, a pedra fundamental do projeto “Natal Pintando a Copa 2014”. A proposta do Governo é garantir espaço às artes visuais do RN e para isso convidou cerca de 30 artistas para conhecer a obra e criar uma tela inspirado no universo futebolístico. Os trabalhos serão incorporados ao acervo da Pinacoteca do Estado, e a FJA pretende realizar exposições itinerantes – antes da Copa – por várias cidades do Estado e que até o final do ano estará em cartaz em Natal.
#ALBUM-4366#
Cada artista participante recebeu uma ajuda de custo no valor de R$ 800, que garantiu, entre outras coisas, a aquisição do material necessário para criar. A curadoria é do marchand e colecionador Antônio Marques, responsável pela seleção das obras que farão parte da exposição durante o período da Copa. “Este é o primeiro passo para mostrar que a Arena também pode ser ocupada pelas artes”, disse Marques. Ele adiantou a possibilidade da mostra coletiva também circular em outras sub-sedes da Copa do Mundo.

A governadora Rosalba Ciarlini esteve no local e anunciou a intenção de se criar uma galeria permanente na Arena das Dunas. “É uma ação inusitada no meio da obra, é como se a Arena começasse a participar e interagir com a vida cultural da cidade”, avaliou Charles Galvão, diretor do grupo privado que administra o estádio. “É importante frisar que a Arena das Dunas está aberta para a cultura e entretenimento”, frisou.

Para o artista plástico Assis Costa, 36 anos de idade e 24 dedicados às artes, a iniciativa é “interessante por proporcionar maior visibilidade para as artes do RN, tanto junto ao público quanto à imprensa mundial que irá circular por aqui durante a Copa. Considero fundamental a abertura de uma galeria permanente, pois  o Brasil e o RN tem um potencial enorme ainda pouco conhecido”.

O artista naïf Iran Dantas, de Cerro Corá, acrescenta: “O projeto é bem vindo e que seja aberto a outros artistas”. Novenil Barros também compartilha da opinião e acredita “ser um momento oportuno para iniciar essa aproximação” da Copa com a Cultura. Novenil criticou a forma apressada como tudo foi organizado, segundo ele o convite foi feito há cinco dias, mas acha “válida a iniciativa”.

Sobre a abertura para outros artistas e outras linguagens, Isaura Rosado, secretária Extraordinária de Cultura do Estado, informa que o “espaço é democrático” e que profissionais de outras áreas como a de fotografia também serão convidados.

O eletricista Damião José testemunhou a ação e “achou legal, por que uma obra dessa magnitude vai trazer benefícios, inclusive culturais”.

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas