sexta-feira, 19 de abril, 2024
26.1 C
Natal
sexta-feira, 19 de abril, 2024

Artista plástico realiza exposição “Santo Santo Santo”

- Publicidade -

O renomado artista plástico, cenógrafo e figurinista Carlos Sérgio Borges fará a uma leitura toda particular da arte sacra através de sua nova exposição, “Santo Santo Santo”, que vai ser aberta nesta terça (02), a partir das 11h, na Galeria Newton Navarro da Fundação José Augusto. Serão 20 telas inéditas em acrílico, nas quais Borges exibirá os traços característicos de seus desenhos, aliados às cores fortes e alegres que são marcas registradas de sua arte. A mostra faz parte da programação do Abril das Artes, promovido pela FJA.

As pinturas de Borges mostram alguns dos santos católicos mais populares, reinterpretados em cores e imagens da cultura potiguar e nordestina, como um São Sebastião envolvido em cajus, ou uma Nossa Senhora com velas de barcos ao fundo, entre outras divindades embelezadas pelas cores e símbolos criados pelo artista.

Serão 20 telas inéditas em acrílico, nas quais o autor exibirá traços característicos de seus desenhos, aliados às cores fortes e alegres que são suas marcas | Foto: Reprodução Obra


“Carlos Sérgio é um dos artistas mais produtivos do Rio Grande do Norte. Nascido e criado em Natal, ele reproduz a cultura potiguar sob as mais diferentes técnicas e materiais, com seu colorido singular. Para a Fundação José Augusto, expor sua obra na Galeria Newton Navarro é um reconhecimento aos 35 anos de serviço prestado ao estado”, declarou Gilson Matias, diretor geral da instituição.

Foto: Reprodução Obra

Carlos Sérgio Borges atuou como cenógrafo, figurinista e aderecista da Escola de Dança do Teatro Alberto Maranhão (EDTAM) por 35 anos, e no Studio Corpo de Baile por 22 anos. Com inúmeros trabalhos de criação e execução de cenários e figurinos para companhias de dança, escolas e grupos de dança, atualmente tem seu próprio atelier no Centro Histórico de Natal, com uma galeria e oficina de artes plásticas e adereços, ao lado da Igreja do Galo.

O artista contou que já gostava de pintar e rabiscar desde os seis anos de idade. Depois, participou da oficina de gravura da FJA, onde conheceu outros artistas e fui se envolvendo, conhecendo e participando de coletivas, depois individuais. Hoje ele tem mais de 25 individuais e mais de 500 coletivas pelo mundo e duas exposições em Manaus, individuais. Ele tem o primeiro prêmio de gravura no Rio Grande do Norte.

Serviço:
Exposição “Santo Santo Santo”, de Carlos Sérgio Borges. Abertura dia 02 (terça), às 11h, na FJA (Rua Jundiaí, 641). Aberta até 31 de maio.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas