terça-feira, 23 de abril, 2024
28.1 C
Natal
terça-feira, 23 de abril, 2024

89,65% dos potiguares não sabem uma obra ou realização de Fátima

- Publicidade -

Pesquisa do Instituto Consult mostra que o grosso da população do Rio Grande do Norte desconhece a execução de alguma obra dos governos Lula e Fátima Bezerra em Natal e no interior do Estado.
Em relação ao governo Fátima Bezerra, 89,65% das pessoas não souberam apontar nenhuma realização de obras.


Apenas 10,35% citaram saber da execução de alguma obra nos últimos cinco anos. O pagamento da folha salarial em dia é citado por 3,47% desses entrevistados.


De acordo com a pesquisa, 70,8% dos entrevistados não souberam citar a realização de obras, ações administrativas ou benefícios voltados à população potiguar por parte do governo Lula.


Segundo a pesquisa, 29,2% das pessoas citaram que sabiam de alguma realização. Entre esses, somente 12,0% apontaram saber do bolsa família, enquanto 3,22% citam casas populares e 2,0% transposição das águas do rio São Francisco.

Desempenho do governo Lula divide os potiguares

A população do Rio Grande do Norte está dividida, praticamente, em relação ao desempenho do governo do presidente Lula, segundo pesquisa do Instituto Consult feita entre os dias 15 e 17 de fevereiro em todas as regiões do Estado. Dentre 1.700 entrevistados, o resultado da pesquisa mostra que 45,18% aprovam o governo Lula para o Brasil contra 44,29 % que desaprovam. Não souberam dizer 10,53%.

Lula
Perto de 50% aprova “Lula 3” | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil


Em comparação a pesquisa feita há seis meses (8 a 11 de setembro de 2023), houve uma queda de 2,47% no índice de aprovação do governo Lula, que era de 47,65%.


Entre os que desaprovam o governo Lula, ocorreu um aumento de 0,47%, há seis meses a desaprovação era de 43,82%. Quantos aos entrevistados que não souberam dizer (indecisos), o índice subiu 2,0%, era de 8,5% há em setembro do ano passado.


Por regiões do Estado, o instituto Consult Pesquisa aponta que o maior índice de aprovação do governo Lula é na região do Trairi, com 60% e o mais baixo em Mossoró, 27%.


Com relação ao percentual de desaprovação, o índice mais alto é de Mossoró, 65,6% e o mais baixo na região do Mato Grande, 26,1%. Em Natal também é alta a desaprovação do governo Lula, 53,4% contra 36,1% de desaprovação.


A pesquisa mostra, ainda, que entre as mulheres, o governo Lula é aprovado por 47,5% e poir 42,6% dos homens. Em relação a desaprovação o índice é de 41,2% entre as mulheres e 47,7% entre os homens. No segmento religioso, a pesquisa mostrou os seguintes índices de aprovação: católicos, 50,7%; evangélicos, 27,3%; espírita, 46,2%; nenhuma religião, 54,2% e outra, 42,1%.


Quantos aos que desaprovam, o resultado foram estes: católicos, 40,0%; evangélicos, 59,4%; espíritas, 42,3%; nenhuma religião, 34,2% e outra, 47,4%.

Desaprovação do governo Fátima sobe para 68,53%

O governo Fátima Bezerra (PT) é desaprovado por 68,53% da população do Rio Grande do Norte, é o que aponta a pesquisa Consult, contra 19,59% de aprovação dos 1.700 entrevistados. Não souberam dizer, 11,88%.


Há seis meses, a Consult Pesquisa mostrava uma desaprovação de 57,82%, um crescimento de 10,71%. Já o índice de aprovação do governo Fátima Bezerra caiu 10,88%, no começo de setembro de 2023, a aprovação chegou a 30,47%.


A desaprovação do governo Fátima Bezerra passa de 50% em todas as regiões do Estado, a mais alta em Mossoró, 82,%, seguido de Natal, 73,2%; Alto Oeste, 72,2% e Seridó, 71,3%. O mais alto índice de aprovação é de 30,0%, na região Central Cabugi/Litoral Norte e o menor, Mossoró, 10,7%.


Por gênero, os índices de aprovação do governo Fátima Bezerra é o seguinte: homens, 18,6% e mulheres, 20,4%. Desaprovação é de 69,2% (homens) e 67,9% (mulheres).


No quesito idade, a maior aprovação é de 22,7% na faixa etária acima de 59 anos e menor, 15,9%, as pessoas com menos de 25 anos. Quanto a desaprovação, o maior indice, 72,8%, na faixa dos 35-44 anos e o mais baixo, 62,1% a faixa de 45,-59 anos.


Já no segmento religioso, a maior aprovação é 26,9% entre os espíritas e a menor, 12,2% entre os evangélicos.


A desaprovação é maior entre os evangélicos, 76,9%, indo até 52,% entre os que informaram ter outra religião.


Quanto ao nível escolar, o melhor despenho do governo Fátima é entre as pessoas que não informaram a escolaridade, 38,5% aprovam. O índice mais baixo de aprovação é entre o pessoal de ensino médio, 17,7%. Dentre os que desaprovam, o maior índice, 76,0%, é o pessoal de nível superior.

- Publicidade -
Últimas Notícias
- Publicidade -
Notícias Relacionadas