sexta-feira, 24 de maio, 2024
28.4 C
Natal
sexta-feira, 24 de maio, 2024

Girão e Paulinho assinam a CPI dos Respiradores

O requerimento para criação da CPI dos Respiradores na Câmara Federal já conta com assinaturas de 21 parlamentares, de um total de 171 necessárias para a sua abertura, inclusive de dois dos oito membros da bancada do Rio Grande do Norte – os deputados federais General Girão (PL), que a aparece como coautor ao lado de outros quatro deputados e Paulinho Freire (União), subscritor do pedido do deputado paulista Kim Kataguiri (União) juntamente com outros 14 parlamentares.


Kim Kataguiri começou a coleta de assinaturas em busca apoio para instalação da CPI do Consórcio Nordeste no dia 9, visando apurar possível fraude nos recursos destinados à compra 300 respiradores por R$ 48 milhões durante a pandemia de coronavírus em 2020. Já na terça-feira (16), o deputado Kim Kataguiri (União-SP) apresentou o Requerimento de Instituição da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), conforme as denúncias divulgadas pela imprensa na época.

O parlamentar destaca que se faz necessário apurar os repasses de recursos públicos ao governo federal para o consórcio, investigado por suposto esquema de fraude, e a participação do atual ministro da Casa Civil, Rui Costa, que era o então presidente da entidade como governador da Bahia.

De acordo com o deputado, o requerimento de instalação “visa apurar os envolvidos e a responsabilidade de cada um em mais um esquema vergonhoso de fraude e corrupção envolvendo aliados do presidente Lula. Os respiradores adquiridos custaram mais de R$ 40 milhões e nem sequer foram entregues à população. Há indícios concretos de corrupção, documentados pela Polícia Federal e pela Procuradoria Geral da República”.

Atualmente sob a presidência da governadora do Estado, Fátima Bezerra (PT), o Consórcio Nordeste inclui os estados Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe, foi formado com a finalidade de ser o instrumento jurídico, político e econômico de integração dos nove Estados da região Nordeste do Brasil.

Ao justificar a criação da CPI, Kataguiri disse que no primeiro ano da pandemia, enquanto os estados do Nordeste acumulavam mais de 20% das mortes por Covid-19 no país, a Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União (CGU) investigaram de forma sigilosa uma rede de compra de equipamentos e materiais hospitalares formada por empresários, atravessadores, estelionatários, amigos de políticos e autoridades públicas.

Kataguiri argui8u que as ramificações detectadas em transações comerciais do chamado Consórcio Nordeste foram reunidas em inquéritos sigilosos em poder do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Vale ressaltar que o Consórcio Nordeste também está sob investigação da Procuradoria-Geral da República porque, entre outras coisas, os respiradores adquiridos por 48 milhões nem sequer foram entregues.

“Os indícios de corrupção estão fartamente documentados no âmbito das investigações e têm como personagem central a empresária Cristiana Prestes Taddeo, que é dona da Hempcare, que forneceu os respiradores que não foram entregues”, aponta o requerimento de Kataguiri.

Segundo o requerimento da CPI, “sem qualquer experiência no ramo, ela (dona da Hempcare) fechou um contrato de 48 milhões de reais com o Consórcio Nordeste para importar 300 respiradores da China. Essa proeza só foi possível porque aceitou pagar 25% do valor total para intermediadores e lobistas que se anunciavam como pessoas com amplo trânsito junto ao governador da Bahia, Rui Costa (PT), na época presidente do Consórcio Nordeste”. De acordo com o requerimento, “liberado o dinheiro, Cristiana Taddeo transferiu R$ 3 milhões para um intermediário que se jactava de ser amigo de Costa.

Para embasar o requerimento, Kataguiri apontou que os fatos não param por aí e estão fartamente documentados nos autos do inquérito promovido pela Polícia Federal e Procuradoria Geral da República. Falta apurar os envolvidos e a responsabilidade de cada um em mais um esquema vergonhoso de fraude e corrupção envolvendo aliados do presidente Lula”.

Por fim, o documento destaca o fato de a Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Norte ter instalado uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a participação da governadora petista Fátima Bezerra e demais participantes do governo do estado do Rio Grande do Norte, que integra o Consórcio Nordeste. O relatório aprovado na CPI pede o indiciamento de Governadores, Secretários, e dirigentes do Consórcio.

“Penso que a instalação de uma CPI no âmbito da Câmara dos Deputados pode contribuir para os esforços das autoridades policiais e judiciárias em elucidar os fatos envolvendo o Consórcio Nordeste e o presidente a época dos fatos narrados”, alerta Kataguiri.

Primeiros assinantes da CPI dos respiradores

Autoria
Kim Kataguiri (União/SP)

Coautoria
Capitão Alden (PL/BA)
General Girão (PL/RN)
Caroline de Toni (PL/SC)
Bibo Nunes (PL/RS)
Delegado Fabio Costa (PP/AL)

Subscritor
Mario Frias (PL/SP)
Rosangela Moro (União/SP)
Paulinho Freire (União/RN)
Alfredo Gaspar (União/AL)
Coronel Ulysses (União/AC)
Cabo Gilberto Silva (PL/PB)
Rodrigo Valadares (União/SE)
Coronel Telhada (PP/SP)
Eduardo Velloso (União/AC)
Dr. Zacharias Calil (União/GO)
José Medeiros (PL/MT)
Jefferson Campos (PL/SP)
Mauricio Marcon (PODE/RS)
Pr. Marco Feliciano (PL/SP)
Pauderney Avelino (União/AM)

Fonte – Gabinete / Kim Kataguiri

Últimas Notícias
Notícias Relacionadas